PUBLICIDADE

Com organismo debilitado, Dom Martinez não passou por cirurgia

Rosana Nunes em 21 de Abril de 2021

Anderson Gallo/Arquivo Diário Corumbaense

Dom Martinez Alvarez está internado desde 28 de março

Em comunicado emitido na noite de ontem (20), o padre Eduardo Moura, diretor da comunidade salesiana e responsável pela divulgação de informações sobre o quadro de saúde do bispo emérito, Dom Martinez Alvarez, de 78 anos, informou que a cirurgia de traqueostomia prevista para terça-feira, não pôde ser realizada.

"Dom Martinez, no momento, não tem condições de passar por um processo cirúrgico devido a fragilidade do organismo afetado pelo coronavírus e também pela miastenia gravis, que já tratava anteriormente. O quadro de saúde é grave", diz na nota. 

Com covid-19, o bispo emérito segue sedado e intubado na UTI do Hospital da Cassems, onde está internado desde 28 de março, mas a intubação ocorreu no dia 06 de abril. 

"Sabemos da preocupação e complexidade que atravessamos. Não tem sido fácil lidar com a insegurança e desafios que o coronavírus nos trouxe. Em nossas orações, temos pedido a Deus força e esperança. Dom Martinez sempre foi uma pessoa determinada, atenta a saúde e confiante em Deus e Nossa Senhora. Acreditamos sim que ele tem resistido e deseja muito viver.  Ao mesmo tempo, confiamos em Deus e sabemos que nem tudo sai como desejamos e pedimos. Deus é quem cuida de nós. Como dizem nossos pais: 'Deus sabe o que faz'. Nessa certeza de cuidado divino e da nossa parte, a incompreensão humana, não desanimemos da oração, da força que vem do alto", pediu o padre Eduardo. 

Dom Segismundo Martinez Alvarez comandou a Diocese de Corumba por 13 anos e renunciou em 2018 por ter completado 75 anos, quando a renúncia é obrigatória. O bispo emérito continuou morando na cidade após deixar o cargo.

PUBLICIDADE