PUBLICIDADE

Prefeito Marcelo Iunes decreta luto oficial de três dias pelo falecimento de bispo emérito

Fonte: Assessoria de Comunicação da PMC em 22 de Abril de 2021

Divulgação/PMC

Bispo emérito faleceu aos 78 anos

O prefeito de Corumbá, Marcelo Iunes, decretou luto oficial de três dias pelo falecimento do Bispo Emérito da Diocese de Santa Cruz, Dom Segismundo Martinez Alvarez, ocorrido na quarta-feira, 21 de abril. O Decreto Nº 2.563 será publicado na edição desta quinta-feira do DIOCORUMBÁ.

No documento, o chefe do Executivo municipal destacou a “trajetória religiosa, social e educacional de Dom Martinez na comunidade corumbaense e o legado humanitário deixado por este homem simples e dedicado aos mais necessitados, sempre preocupado em ajudar o próximo”. Com o decreto, as bandeiras serão hasteadas a meio mastro nas repartições públicas municipais.

Dom Martinez

Nascido no dia 23 de fevereiro de 1943, em Bustillo del Páramo, na Espanha (Leon), na Espanha, Dom Martinez foi ordenado padre em 16 de agosto de 1961, ainda na Espanha, e bispo em 30 de janeiro de 2005, já em Cuiabá (MT), sendo nomeado para a Diocese de Corumbá em 19 de março do mesmo ano.

Dom Martinez exerceu o episcopado em Corumbá por quase 14 anos e renunciou em 2018 por ter completado 75 anos, quando a renúncia é obrigatória. Seu lema episcopal era “Dives in Misericordia”, que significa “Rico em Misericórdia”. Dom Martinez foi também diretor do Colégio Santa Teresa, em Corumbá, e Administrador Provincial da Missão Salesiana de Mato Grosso, de 2000 a 2002.

Antes do Episcopado, ele atuou como administrador da Faculdade de Ciências Contábeis e Atuariais de Alto Noroeste em Araçatuba e Colégios Dom Bosco de Campo Grande (MS); diretor da Escola Salesiana do Alto Araguaia e em Corumbá (MS); vigário Paroquial em diversas paróquias de São Paulo, Mato Grosso do Sul e Mato Grosso; atuou como Tesoureiro nas Faculdades Unidas Católicas de Mato Grosso e da Missão Salesiana de Mato Grosso, ambas em Campo Grande, e do Salesiano Santo Antônio, em Cuiabá (MT);

Também foi assistente eclesiástico e professor no Seminário Salesiano, em Araçatuba (SP); pró-reitor administrativo na Universidade Católica Dom Bosco, em Campo Grande (MS); membro do Conselho Presbiteral na Arquidiocese de Campo Grande; foi Administrador da Inspetoria da Missão Salesiana de MT e Tesoureiro do Salesiano Santo Antônio, em Cuiabá (MT) e Membro do Conselho Econômico e de Consultores da Arquidiocese de Campo Grande.

PUBLICIDADE