PUBLICIDADE

Anísio e Joseane, em Corumbá e Munir, em Ladário, disputam as eleições "sub judice"

Rosana Nunes em 15 de Novembro de 2020

Reprodução/TSE

Dois candidatos a prefeito em Corumbá e um em Ladário, concorrem nas eleições deste domingo (15) com as candidaturas sub judice (em julgamento). Anísio Guató, do PSOL, e Joseane Garcia, do PRTB, estão com os registros indeferidos com recursos por causa dos candidatos a vice-prefeito, também indeferidos. Nas eleições majoritárias, vale o princípio da unicidade e indivisibilidade da chapa. O indeferimento do pedido de registro dos candidatos a vice-prefeito atingiu o registro dos candidatos titulares das chapas. 

Reprodução/TSE

Em Ladário, Munir Sadeq Ramunieh (MDB), da coligação "Renovação e Mudança por Ladário", também está com o registro indeferido com recurso. O Tribunal Regional Eleitoral de Mato Grosso do Sul, aceitou recurso do Ministério Público Eleitoral e reformou sentença de primeira instância que havia deferido com recurso. Um dos questionamentos do MPE foram contratos empresariais de Munir, que estariam vigorando com a Prefeitura de Ladário. Para o Ministério Público, o candidato teria que ter rompido o contrato com a Prefeitura ou se afastado da empresa da qual é sócio, seis meses antes da eleição.

Com isso, os três candidatos, de Corumbá e Ladário, disputam o pleito sub judice, porque estão recorrendo. Segundo a Justiça Eleitoral, eles terão os votos contabilizados, mas não considerados. Os votos computados somente terão validade, caso os candidatos consigam reverter, em instância superior, o indeferimento dos registros. 

PUBLICIDADE