PUBLICIDADE

Prefeito avalia possíveis flexibilizações e PM vai ajudar no cumprimento do toque de recolher

Fonte: Assessoria de Comunicação da PMC em 30 de Março de 2020

Gisele Ribeiro/PMC

Reunião com comandante da PM formalizou apoio ao toque de recolher

A partir desta segunda-feira, 30 de março, a Polícia Militar de Mato Grosso do Sul vai acompanhar de forma ostensiva o cumprimento do toque de recolher em Corumbá, medida estabelecida pelo Decreto Municipal 2.269 em função da pandemia do novo coronavírus (covid-19).

“Pedimos à população que denuncie os locais e as pessoas que não estiverem cumprindo a determinação pelo 190”, solicitou o comandante do 6º Batalhão de Polícia Militar, tenente-coronel Massilon de Oliveira.

De acordo com o comandante, quem for flagrado infringindo o período de recolhimento pode ser enquadrado no artigo 268 do Código Penal. “Infringir determinação do Poder Público destinada a impedir introdução ou propagação de doença contagiosa pode cumprir detenção de um mês a um ano, além de multa”, esclareceu.

O prefeito Marcelo Iunes agradeceu a parceria do 6º BPM e voltou a pedir o apoio da população no trabalho de prevenção e combate ao coronavírus. “Infelizmente algumas pessoas ainda não entenderam que as medidas tomadas até aqui são para proteger a nossa população. Não existe tratamento para essa doença, por isso a prevenção é o único remédio”.

Reunião com empresários

Também nesta segunda-feira, o prefeito Marcelo Iunes recebeu os empresários Lourival Vieira Costa, presidente da Associação Comercial e Empresarial de Corumbá (Acic), Amanda Cláudia do Nascimento Miguéis, que atua no ramo de alimentação e Luiz Antônio Martins, representante do trade turístico.

Renê Marcio Carneiro/PMC

Prefeito afirmou que avaliação sobre ações é feita todos os dias e que vai estudar possíveis flexibilizações

O grupo apresentou alguns dos impactos econômicos que a covid-19) tem provocado na economia local e sugeriu adequações nos decretos municipais, principalmente em relação ao toque de recolher – que na cidade é das 20h às 04 horas – e no expediente do comércio, fixado das 08h às 14 horas.

O prefeito também ressaltou sua preocupação com a economia da cidade, principalmente com a manutenção dos empregos no setor de serviços, mas observou que, neste momento, a prioridade do Executivo é com a saúde da população. “Se Corumbá hoje não tem nenhum caso confirmado dessa doença, muito é em função das medidas adotadas no período certo”, destacou.

Iunes ainda explicou que a avaliação das ações de prevenção e combate ao novo coronavírus é feita diariamente e que vai discutir, junto com o Comitê Gestor de Crise – criado exatamente para monitorar a proliferação do vírus no município – possíveis flexibilizações nos decretos.

PUBLICIDADE