PUBLICIDADE

Morre segunda vítima da covid-19 em Corumbá; já são 36 óbitos em MS

Rosana Nunes e Leonardo Cabral em 16 de Junho de 2020

Anderson Gallo/ Diário Corumbaense

Paciente estava internado no CTI da Santa Casa de Corumbá

Corumbá registrou a segunda morte por covid-19. O Diário Corumbaense apurou que o paciente, um boliviano de 59 anos, hipertenso, foi notificado com a doença em 05 de junho, estava internado e respirando por ventilação mecânica, no Centro de Tratamento Intensivo da Santa Casa, desde o dia 06.

O óbito ocorreu por volta das 23h de segunda-feira (15). O homem morava em Corumbá, na parte alta da cidade e tinha, inclusive, documentação brasileira, por isso, a morte é contabilizada para o município. Já o caso de outro boliviano, de 67 anos, que também morreu com covid-19 na Santa Casa corumbaense, no dia 27 de maio, morava em Puerto Suárez, para onde foi notificada a morte. 

O primeiro óbito registrado em Corumbá, em consequência do coronavírus, foi no dia 12 de junho. Um caminhoneiro, de 53 anos, com histórico de hipertensão e diabetes, ficou internado durante 12 dias e não resistiu. 

O número de internados na Santa Casa aumentou de ontem para hoje. Agora são 8, sendo cinco homens e três mulheres, segundo informou o diretor técnico e responsável pelas internações de covid-19, médico Manoel João de Oliveira.

O boletim epidemiológico da Secretaria de Saúde de Corumbá informou ontem 130 casos confirmados da doença. Destes, 72 já se recuperaram. A cidade já registrou 2.386 notificações suspeitas e descartou 2.234. Outras 22 notificações aguardam resultado do exame laboratorial.  

Mais mortes em MS

O óbito do paciente de Corumbá é o 36º em Mato Grosso do Sul. De acordo com a Secretaria Estadual de Saúde, a 34ª vítima era de Rio Brilhante, sexo feminino e tinha 70 anos. Internou dia 12 de junho em Rio Brilhante e foi a óbito em 14 de junho. Tinha diabetes e hipertensão.

A 35ª vítima era uma mulher, 86 anos, residente de Paranaíba, assintomática. Deu entrada na Santa Casa de Paranaíba em 09 de junho com inapetência. Foi coletado o swab e foi encaminhada para UTI. Em 12 de junho, após apresentar melhora, foi encaminhada para a ala respiratória. Em 14 de junho, teve rebaixamento e piora do quadro. Faleceu na tarde de 15 de junho.

Em Mato Grosso do Sul são 8 óbitos em Campo Grande, 5 em Três Lagoas, 2 em Batayporã, 2 em Paranaíba, 1 em Vicentina (também ocorrido no Estado de São Paulo), 5 em Dourados, sendo 1 douradense que morreu em Tocantins, 2 óbitos de Brasilândia, 2 em Itaporã, 2 em Corumbá, 1 em Iguatemi, 2 em Rio Brilhante, 1 em Sidrolândia, 1 em Ponta Porã, 1 em Douradina e 1 em Deodápolis.

Com informações da assessoria de comunicação do Governo de MS.

PUBLICIDADE