PUBLICIDADE

Bolívia vai fechar fronteira para estrangeiros na sexta-feira

Leonardo Cabral em 18 de Março de 2020

Anderson Gallo/Diário Corumbaense

Fechamento da fronteira para estrangeiros vai até 31 de março

Acatando o pacote de medidas governo boliviano para combater e prevenir o coronavírus, a fronteira entre as cidades de Puerto Suárez e Puerto Quijarro com Corumbá, será fechada a partir desta sexta-feira, 20 março. A decisão foi tomada durante  durante reunião entre autoridades cívicas, militares e prefeitos da região fronteiriça, nesta quarta-feira (18).

Em entrevista ao Diário Corumbaense, logo após o término da reunião, que aconteceu em Puerto Quijarro, o presidente do comitê cívico da província German Busch, Marcelo Moreira, afirmou que todas as medidas impostas pelo governo serão acatadas.

“A fronteira será fechada até o dia 31 de março, seguindo a determinação, podendo ser prorrogada. Ou seja, a partir desta data, nenhum estrangeiro poderá ingressar no país. Também será restrita a circulação de veículos e até mesmo pedestres em nossa região”, explicou Marcelo.

Foto cedida ao Diário Corumbaense pelo jornalista Ricardo Veizaga

Reunião com autoridades aconteceu na manhã desta quarta-feira em Puerto Quijarro

O comandante da Polícia Boliviana na região de fronteira, disse a este Diário, que a fiscalização será reforçada. "Militares da Polícia e das Forças Armadas, irão fazer parte da fiscalização de controle nessa área, onde será restrita a entrada de estrangeiros, cumprindo assim, as medidas do governo”, reforçou o comandante.

Ele ainda revelou que além dessas ações, em território boliviano haverá o cumprimento de quarentena. “As repartições públicas irão trabalhar até às 13h. Já o comércio ficará aberto até às 15h e a partir das 17h, não será permitida a circulação de veículos e pessoas nas ruas do nosso país, até às 05h do outro dia”, explicou o comandante da Polícia, frisando que todas essas determinações seguem até o dia 31 de março e só será permitido o ingresso de bolivianos que transitarem entre os dois países. “Irão ingressar, mas seguindo os protocolos e procedimentos de saúde referentes à prevenção ao coronavírus”, afirmou. 

Decreto do governo

O Decreto Supremo de Emergência Sanitária, aprovado pelo governo nacional, estabelece que a população deve permanecer em suas casas das 17h às 05h do dia seguinte.

O decreto ainda traz a suspensão de voos internacionais, de viagens terrestres interdepartamentais ou interprovinciais, além da redução da jornada de trabalho de oito para cinco horas e como tempo máximo de atendimento nos mercados e centros de suprimento até 15h.

Até o momento, a Bolívia tem 12 casos confirmados de coronavírus em diferentes cidades, como Santa Cruz e Oruro, onde os primeiros casos positivos foram diagnosticados no país andino, que desde então vem mantendo ações de combate e prevenção ao Covid-19. Na região de fronteira com Corumbá, nenhum caso suspeito foi registrado até agora. 

PUBLICIDADE