PUBLICIDADE

Mesmo exilado, Evo Morales tem nome inscrito nas Eleições de 03 de maio

Leonardo Cabral em 04 de Fevereiro de 2020

Reprodução/ El Deber

Nome do ex-presidente foi inscrito para concorrer a senador por Cochabamba

O dirigente cocaleiro, Leonardo Loza informou à mídia em La Paz que o Movimento ao Socialismo (MAS) incluiu, Evo Morales, ex-presidente da Bolívia, em sua lista de candidatos. Morales, atualmente exilado na Argentina, quer representar Cochabamba no Senado.

Loza disse que as organizações sociais apoiam a candidatura de Evo Morales. Na segunda-feira (03) à tarde, o MAS foi o primeiro partido político a registrar seus candidatos no Supremo Tribunal Eleitoral. Os ex-ministros Luis Arce Catacora e David Choquehuanca estão na disputa pela presidência e vice-presidência do país.

O registro de candidatura de Evo Morales ao Senado, foi confirmado, depois que o TSE enviou a lista de candidatos registrados pelos partidos políticos à imprensa boliviana.

De acordo com o calendário eleitoral, o TSE tem até 21 de fevereiro para anunciar a lista de candidatos qualificados, o que significa que até essa data vai se confirmar ou não a participação do ex-presidente na disputa eleitoral.

Evo Morales comandou o governo da Bolívia de janeiro de 2006 a novembro de 2019. Pressionado pelas mobilizações de cidadãos que denunciaram fraudes nas eleições de 20 de outubro do ano passado, ele renunciou à presidência e deixou o País.

Com informações do jornal El Deber. 

PUBLICIDADE