PUBLICIDADE

Corpos de vítimas de naufrágio chegam a Rio Verde de Goiás para velório

Leonardo Cabral em 17 de Outubro de 2021

Diomício Gomes/O Popular

Chegada dos corpos em Rio Verde de Goiás; momento de muita comoção

Os quatro corpos de vítimas que morreram em naufrágio no Pantanal de Corumbá chegaram a Rio Verde neste domingo (17) para velório e sepultamento, informou o G1 de Goiás. Eles estavam no barco de recreio e lazer Carcará, no rio Paraguai, e retornavam para a cidade quando foram surpreendidos pela tempestade.

Os corpos dos irmãos Geraldo Alves de Souza, de 78 anos, e Olímpio Alves de Souza, de 71; Fernando Gomes de Oliveira, de 49 anos e o filho dele, Thiago Souza Gomes, de 18 anos, foram transportados por aeronave da FAB (Força Aérea Brasileira). 

O Corpo de Bombeiros e a Marinha fazem buscas pelo último desaparecido, Fernando Rodrigues Leão, de 44 anos, que também veio pescar com o grupo. A suspeita é de que ele esteja preso em um dos camarotes da embarcação.

Também morreram Vitor Celestino Francelino, de 64 anos, comandante da embarcação por cerca de 20 anos, e Mauro Rodrigues Canavarro, de 49 anos, auxiliar de convés. Os dois moravam em Corumbá.

O naufrágio

O barco de esporte e recreio naufragou a cerca de 5 quilômetros da área urbana de Corumbá, com a chuva e ventos de até 64 km/h na tarde de sexta-feira (15).

Arquivo Pessoal/Thamiris Furquim

Grupo de goianos antes da pescaria no Pantanal

21 pessoas estavam no barco, quatorze foram resgatadas pouco depois do acidente e os seis corpos  foram encontrados entre sexta e sábado (16).   

Em depoimento à Polícia Civil, um dos sobreviventes disse que o grupo fazia churrasco quando veio o temporal, surpreendendo todos. 

O barco naufragou, ficando de ponta cabeça, onde a profundidade, devido à seca do rio, é de aproximadamente 4 metros. Os sobreviventes conseguiram flutuar e se abrigaram no casco da embarcação até o socorro chegar.

O Carcará pertence a uma associação chamada "Amigos do Rio", boa parte deles, moradores da cidade de Rio Verde de Goiás.

PUBLICIDADE