PUBLICIDADE

Retomadas buscas a último desaparecido de naufrágio no rio Paraguai

Rosana Nunes em 17 de Outubro de 2021

Divulgação/Bombeiros

Buscas foram retomadas logo cedo

O Corpo de Bombeiros Militar e a Marinha, por meio da Capitania Fluvial do Pantanal, retomaram as buscas por Fernando Rodrigues Leão, de 44 anos, desaparecido no naufrágio do barco de esporte e recreio Carcará.

A embarcação naufragou na tarde de sexta-feira (15), durante chuva e ventos de até 64 km/h, no rio Paraguai em uma região distante 5 quilômetros da área urbana de Corumbá. 

No barco estavam 21 pessoas, 12 delas de Rio Verde de Goiás e ainda de duas cidades paulistas: Sumaré e São José do Rio Preto, de acordo com informações de sobrevivente que prestou depoimento à Polícia Civil. As outras nove, tripulantes. 

Divulgação/Bombeiros

Equipe se preparando para iniciar as buscas

14 pessoas sobreviveram e seis corpos foram resgatados, até o momento. São dos irmãos Geraldo Alves de Souza, de 78 anos, e Olímpio Alves de Souza, de 71; Fernando Gomes de Oliveira, de 49 anos e o filho dele, Thiago Souza Gomes, de 18 anos. As outras duas pessoas que morreram no naufrágio são de Corumbá. Vitor Celestino Francelino, de 64 anos, comandante da embarcação e Mauro Rodrigues Canavarro, de 49 anos, auxiliar de convés. Cinco dos seis corpos resgatados estavam dentro do barco. 

Sobre as buscas a Fernando Leão, a comandante da operação, tenente-coronel Geíza Maria Rodrigues Romero, informou ao Diário Corumbaense que a equipe trabalha com duas possibilidades. "A primeira é de que ele esteja preso em um dos camarotes, que ficou com o acesso obstruído no tombamento e os mergulhadores ainda não conseguiram entrar e, a outra, que tenha sido levado pela correnteza", explicou a oficial bombeiro. 

As buscas foram retomadas logo cedo. 

PUBLICIDADE