Campeã, Liesco e Prefeitura já miram no carnaval 2019

Lívia Gaertner em 14 de Fevereiro de 2018

Fotos:Johonie Midon/Diário Corumbaense

Diretoria da Mocidade recebeu troféu das mãos do prefeito e do presidente da Liesco

Com o resultado da apuração do desfile das escolas de samba de Corumbá, o carnaval 2018 se encerrou levando o título para a zona sul da cidade. A Mocidade Independente de Nova Corumbá disputou décimo a décimo o campeonato com A Pesada, sendo as suas escolas as únicas do grupo das dez agremiações que não foram penalizadas com a perda de pontos.

A Mocidade abriu seu trajeto sempre à frente da Pesada. Inicialmente, com 2 décimos, que se transformaram em 4, depois em 7 e, por fim, um ponto inteiro. Luiz Mário Anache, presidente do conselho fiscal da Mocidade Independente de Nova Corumbá, disse ao Diário Corumbaense que o campeonato foi um longo trabalho e traçado com muita antecedência.

“Foi um trabalho que começou logo após o São João do ano passado com a força da comunidade, diretoria, os patrocinadores, os poderes públicos municipal e estadual. Isso é que faz a força da Mocidade, trabalhar a cada dia mais para manter a qualidade do carnaval de Corumbá, essa é a intenção da diretoria”, disse ao lembrar que a escola não ficou muito tempo com as mãos longe da taça, já que, em 2016 foram campeões.

“Vencer num grupo único e sem penalidade nenhuma mostra para todo o estado de Mato Grosso do Sul o quanto que a diretoria da Mocidade trabalha. Fazemos reuniões periódicas e isso é o fruto do trabalho, cumprir o regulamento à risca”, explicou sobre o sucesso da Mocidade e adiantou: “Já temos duas propostas de enredos para 2019, mais tardar após a Páscoa, já poderemos divulgar”.

A Pesada foi a única escola, ao lado da campeã, que não teve penalidade e concorreu décimo a décimo

Na avaliação do presidente da Liesco (Liga Independente das Escolas de Samba de Corumbá), Zezinho Martinez, o resultado da avaliação dos jurados foi satisfatório e novidades implantadas como o jurado virtual foi o diferencial.

“Eu fico satisfeito, as duas escolas que disputaram décimo a décimo foram as que não perderam pontos em penalidades, acho que elas mereceram e a vitória foi por um ponto apenas. O jurado virtual foi fundamental para as classificações”, disse.

Ele também aproveitou para falar da evolução que as escolas tiveram, o que foi o reflexos dos investimentos dentro de um único grupo das agremiações. Segundo Martinez, a Liga manterá o foco em formas de angariar recursos para as escolas.

“Os projetos da Liga estarão voltadas para promoções, trabalhar muito porque nossas escolas precisam de dinheiro. As escolas de samba poderão trabalhar muito mais cedo e creio que com essa motivação vamos partir para um carnaval 2019 como o melhor que já fizemos. Com certeza, 2019 vai ser muito mais disputado porque quem errou vai querer acertar e quem ganhou vai querer permanecer”, disse ainda ao comentar o anúncio feito pelo prefeito Marcelo Iunes sobre a antecipação de parte da verba pública até setembro para que as escolas possam dar início aos trabalhos do carnaval com bastante antecedência.

“Fiz um compromisso no Esplendor (premiação do Diário Corumbaense aos melhores do carnaval) que até setembro, já repassarmos metade da verba para as escolas conseguirem fazer a compra na baixa temporada e pegar preços bons. Vamos investir porque o resultado foi muito bom, todas saíram muito bonitas. Vou conversar com o governador Reinaldo Azambuja para já fecharmos a antecipação desse dinheiro porque o que vimos na passarela do samba é que todas as escolas investiram muito mais do que a verba pública”, observou o prefeito Marcelo Iunes que ainda fez uma avaliação geral do carnaval 2018.

“Para mim, foi excelente, mas o mais importante é saber se a população gostou e tenho certeza que gostou. Para ano que vem o carnaval vai ser melhor. Vamos começar a partir de maio já a preparar o carnaval. Os R$ 3,5 milhões investidos geraram mais de R$ 15 milhões, isso é importante para o nosso comércio, geração de emprego informal. Muito gente vai sair do sacrifício com esse dinheiro que vai pagar alguma dívida ou investir em algum projeto”, disse.

 

Saiba mais

14/02/2018 Mocidade da Nova Corumbá se consagra campeã com enredo sobre o povo cigano

13/02/2018 Em 6 décadas de folia, Império do Morro não poupou luxo para homenagear carnavalesco

13/02/2018 Império do Morro encerra desfile celebrando 60 anos de fundação

13/02/2018 Imperatriz faz voz do "garganta de ouro" do Pantanal ecoar na passarela do samba

13/02/2018 Imperatriz homenageia Durvalino, o "garganta de ouro" do Pantanal

13/02/2018 Superando problemas, Unidos da Vila Mamona trouxe o medo para a passarela do samba

12/02/2018 Vila Mamona traz para a avenida enredo sobre o medo

12/02/2018 Festejando os 30 anos de carnaval, Marquês de Sapucaí prova que tem orgulho de sua história

12/02/2018 Marquês de Sapucaí comemora 30 anos de fundação

12/02/2018 Estação Primeira fez da passarela do samba palco para a dança de Ana Paula Honório

12/02/2018 Presidente da Liesco avalia grupo único como estímulo para as escolas de samba

12/02/2018 Estação Primeira inicia desfile e homenageia bailarina

12/02/2018 Caprichosos debocha da ambição em forma de protesto contra momento que país vive

12/02/2018 Caprichosos protesta contra a corrupção com bom humor

12/02/2018 Acadêmicos do Pantanal reverenciou escola de samba mais tradicional de Corumbá

12/02/2018 Acadêmicos do Pantanal inicia desfile em homenagem aos 60 anos da Império

12/02/2018 A Pesada emocionou com poder do amor e da gratidão pela Cidade Dom Bosco

11/02/2018 Terceira a desfilar, A Pesada traz a Cidade Dom Bosco para a avenida

11/02/2018 Com magia e força do povo cigano, Mocidade encanta entoando “Optchá”

11/02/2018 Começa o desfile da "caravana da alegria" da Mocidade da Nova Corumbá

11/02/2018 Entre arte, fé e festas populares, Major Gama reverenciou Tanabi na passarela do samba

11/02/2018 Major Gama vem para a avenida reverenciar ativista cultural Tanabi

11/02/2018 Corte de Momo abre o primeiro dia de desfile das escolas de samba de Corumbá

11/02/2018 Esplendor do Samba vai premiar escolas em onze quesitos e melhor apresentação

PUBLICIDADE