Caprichosos debocha da ambição em forma de protesto contra momento que país vive

Lívia Gaertner em 12 de Fevereiro de 2018

Anderson Gallo/Diário Corumbaense

Carro abre-alas trouxe a onça-pintada, símbolo da Caprichosos

Numa forma de se libertar de toda ambição que assola o país materializada nos incontáveis casos de corrupção, a escola de samba Caprichosos de Corumbá passou pela passarela do samba dando seu recado com o enredo: “Debochar e libertar: A Caprichosos manda para os Quintos a ambição de quem não trabalha ou inventa o povo não sustenta”.

Com 610 componentes, a escola cujo símbolo é a onça-pintada, passou pela avenida sem perder a empolgação mesmo sob garoa que insistiu em cair até o final do desfile quando o relógio já passava das 03 horas da manhã de segunda-feira.

A passagem da Caprichosos pela passarela do samba começou com a Corte Portuguesa representada na coreografia de Anderson Nunes que contou ainda com um elemento cênico representando o trono real de Portugal ocupado pela Maria Louca.

No carro abre-alas “Terra à Vista”, a riqueza da fauna e flora, além dos habitantes originais, os indígenas, dividiram espaço com uma grande alegoria da onça-pintada. Antes dele, porém, a primeira ala que simbolizou toda a inocência dos índios.

Na sequência, vieram alas que representaram a diversidade da fauna brasileira, principalmente, a de aves com araras e tucanos.

Anderson Gallo/Diário Corumbaense

Rainha Giovanna Bastos deu show à frente da bateria

Toda essa profusão da natureza e a riqueza do solo com seus recursos minerais, entre eles, o ouro, se uniram para estruturar o enredo ao longo da história do Brasil até chegar aos dias atuais. Da ambição pelo ouro nas Minas Gerais, ala em tons amarelo e dourado, até os desvios de recursos públicos de hoje, ala dos presos.

Na bateria, o destaque foi para o jovem mestre Robeson Adrison, que superou uma deficiência visual congênita, e comandou 80 componentes, mantendo o ritmo da escola. A rainha da bateria, Giovanna Bastos, passou com samba no pé e demonstrando garra pela agremiação na fantasia que representava a “cobiça voraz”.

A Caprichosos de Corumbá encerrou seu desfile com um carro alegórico onde diabinhos que vestiam terno e gravata formaram uma mistura debochada do momento que os “brasileiros vivem quando  a mala preta é mais importante do que a cultura a educação a saúde do povo”.

Anderson Gallo/Diário Corumbaense

Comissão de frente representou o passeio da corte portuguesa

 

Saiba mais

14/02/2018 Campeã, Liesco e Prefeitura já miram no carnaval 2019

14/02/2018 Mocidade da Nova Corumbá se consagra campeã com enredo sobre o povo cigano

13/02/2018 Em 6 décadas de folia, Império do Morro não poupou luxo para homenagear carnavalesco

13/02/2018 Império do Morro encerra desfile celebrando 60 anos de fundação

13/02/2018 Imperatriz faz voz do "garganta de ouro" do Pantanal ecoar na passarela do samba

13/02/2018 Imperatriz homenageia Durvalino, o "garganta de ouro" do Pantanal

13/02/2018 Superando problemas, Unidos da Vila Mamona trouxe o medo para a passarela do samba

12/02/2018 Vila Mamona traz para a avenida enredo sobre o medo

12/02/2018 Festejando os 30 anos de carnaval, Marquês de Sapucaí prova que tem orgulho de sua história

12/02/2018 Marquês de Sapucaí comemora 30 anos de fundação

12/02/2018 Estação Primeira fez da passarela do samba palco para a dança de Ana Paula Honório

12/02/2018 Presidente da Liesco avalia grupo único como estímulo para as escolas de samba

12/02/2018 Estação Primeira inicia desfile e homenageia bailarina

12/02/2018 Caprichosos protesta contra a corrupção com bom humor

12/02/2018 Acadêmicos do Pantanal reverenciou escola de samba mais tradicional de Corumbá

12/02/2018 Acadêmicos do Pantanal inicia desfile em homenagem aos 60 anos da Império

12/02/2018 A Pesada emocionou com poder do amor e da gratidão pela Cidade Dom Bosco

11/02/2018 Terceira a desfilar, A Pesada traz a Cidade Dom Bosco para a avenida

11/02/2018 Com magia e força do povo cigano, Mocidade encanta entoando “Optchá”

11/02/2018 Começa o desfile da "caravana da alegria" da Mocidade da Nova Corumbá

11/02/2018 Entre arte, fé e festas populares, Major Gama reverenciou Tanabi na passarela do samba

11/02/2018 Major Gama vem para a avenida reverenciar ativista cultural Tanabi

11/02/2018 Corte de Momo abre o primeiro dia de desfile das escolas de samba de Corumbá

11/02/2018 Esplendor do Samba vai premiar escolas em onze quesitos e melhor apresentação

PUBLICIDADE