PUBLICIDADE

Com ILA interditado, acervo do Museu do Pantanal vai para a Casa do Dr. Gabi

Rosana Nunes com Assessoria de Comunicação da PMC em 11 de Junho de 2019

Anderson Gallo/Arquivo Diário Corumbaense

Acervo do Museu do Pantanal ainda está na Casa de Cultura Luiz de Albuquerque

A Prefeitura de Corumbá, por meio da Fundação da Cultura e do Patrimônio Histórico, está realizando adequações no Museu Municipal Casa do Dr. Gabi - Espaço de Memória, localizado na rua 15 de Novembro esquina com a Cuiabá, no centro da cidade. Em breve, a antiga residência do Dr. Gabriel Vandoni de Barros e da sua esposa, D. Neta, poderá receber, em duas salas que estão sendo preparadas para isso, o acervo do Museu Regional do Pantanal, que hoje se encontra depositado na Casa de Cultura Luiz de Albuquerque (ILA).

A mudança do conjunto de bens museais já era prevista pela Fundação, gestora dos museus, em virtude do processo de restauro, pelo qual o prédio do antigo Instituto Luiz de Albuquerque (ILA) deve passar, proporcionado pelo PAC das Cidades Históricas. Do mesmo modo, toda a estrutura da Biblioteca Municipal Lobivar Matos está sendo realojada no seu local de origem, quando o espaço de pesquisa e leitura funcionava junto com a Câmara de Vereadores, na rua Delamare, entre a Major Gama e a Firmo de Matos (Espaço Educacional). A reabertura da biblioteca está prevista para o início do mês de julho.

 

Segundo o diretor-presidente da Fundação da Cultura e do Patrimônio Histórico, Joilson Cruz, essas mudanças são necessárias para que as pessoas continuem tendo acesso aos acervos, tanto do Museu do Pantanal, quanto da Biblioteca Lobivar Matos, mesmo com o ILA fechado. “A adequação desses espaços e a preparação para atender melhor os objetivos de cada um deles é o nosso foco, principalmente quando queremos continuar recebendo a população corumbaense, turistas, pesquisadores e demais visitantes. É um tipo de trabalho que deixa marcas positivas para a cidade”, reforçou.

 

Anderson Gallo/Arquivo Diário Corumbaense

Biblioteca Lobivar Matos volta para o antigo Espaço Educacional

O professor José Gilberto Rozisca, gestor da Casa do Dr. Gabi, explicou que essa transição do acervo do Museu do Pantanal para o novo espaço não é permanente. "O visitante será informado que aqueles bens não são originais da Casa, porém, lá é o espaço ideal para abrigar tais itens, já que foi o próprio Gabriel Vandoni de Barros que ajudou a reunir o acervo e a criar o Museu Regional de Mato Grosso, inaugurado na década de 1960, ainda na Sede da Associação de Criadores da Nhecolândia, que ocupava um prédio na rua Delamare, onde hoje funciona uma loja de móveis e que depois foi transferido para o Instituto Luiz de Albuquerque. Contar isso aos visitantes servirá para contextualizar a vinda do acervo para a Casa do Dr. Gabi", explicou.

Interdição ILA

 

A estrutura da Casa de Cultura Luiz Albuquerque, prédio histórico do conjunto arquitetônico de Corumbá, está deteriorado e espera pelos recursos do PAC Cidades Históricas, do governo federal, para sua revitalização. O prédio foi interditado em fevereiro para ocupação e uso, por determinação da Secretaria Municipal de Infraestrutura e Serviços Públicos (Seinfra).


A interdição é consequência de uma Ação Civil Pública movida pelo Ministério Público Federal (MPF), com base nos riscos de incêndio e na necessidade se tomar medidas de segurança na edificação de 147 anos. Lá dentro funcionava a Biblioteca Municipal Lobivar Matos e o Museu Regional do Pantanal. 


Ricardo Ametlla, titular da pasta da Seinfra, informou ao Diário Corumbaense que os projetos de revitalização estão sendo encaminhados para o Iphan (Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional). A Fundação de Cultura do Estado vem atuando junto com o Município para concluir as especificações técnicas solicitadas pelo Iphan para aprovação do projeto arquitetônico e futura liberação de recursos para restauração do prédio, da ordem de R$ 4,3 milhões.


A última intervenção no local ocorreu em 2014 e contemplou a reforma do telhado. De lá pra cá, foram feitas ações emergenciais no espaço hoje interditado.


Anderson Gallo/Arquivo Diário Corumbaense

Revitalização do ILA depende de aprovação de projetos pelo Iphan