PUBLICIDADE

Tradição secular em Corumbá, festa de São João é cancelada para evitar aglomeração

Leonardo Cabral em 08 de Maio de 2020

Anderson Gallo/Arquivo Diário Corumbaense

Banho de São João é tradição secular em Corumbá

O Banho de São João, uma das festas mais tradicionais de Corumbá e que é Patrimônio Imaterial de Mato Grosso do Sul, está cancelado. Foi o que informou o prefeito Marcelo Iunes, durante live pela página da Prefeitura de Corumbá no Facebook, na manhã desta sexta-feira (09). 

O motivo é a pandemia do novo coronavírus. Na cidade pantaneira já foram registrados cinco casos positivos da doença, sendo quatro importados (as pessoas contraíram a doença em outras cidades) e um comunitário. É o segundo grande evento cancelado por conta da prevenção da covid-19.

O prefeito reforçou que a festa, que envolve grande estrutura, com shows, danças, praça de alimentação, está "100%" cancelada. “Não podemos gerar aglomerações, por isso, a festa em geral está cancelada. Hoje nos reunimos com o diretor-presidente da Fundação da Cultura e do Patrimônio Histórico de Corumbá, Joílson da Cruz, e acertamos isso”, esclareceu Iunes.

Mas, o prefeito pontuou que se a pandemia, que tem pico programada para este mês de maio, que antecede a festividade de São João em um mês praticamente, há possibilidade de pelo menos o banho do santo, pelos devotos, seja realizado. 

Renê Marcio Carneiro/Arquivo PMC

Durante live esta manhã, prefeito Marcelo Iunes confirmou cancelamento da festa

“Se a pandemia fizer a ‘curva’ em junho, poderemos ter sim o Banho de São João, sem festa e aglomeração como estamos acostumados. Devotos tradicionais do santo, poderiam realizar a celebração com poucos pessoas em casa, descer no Porto e banhar a imagem do santo, mantendo essa tradição. Temos essa possibilidade. Não podemos proibir ato de fé, mas a festa com show e aglomeração está cancelada", explicou Marcelo Iunes.

A Fundação da Cultura e do Patrimônio Histórico discutirá com os outros órgãos da administração municipal quais as maneiras possíveis para a organização das atividades.

"É necessário assegurar a segurança da população corumbaense e, mesmo que a curva de contágio da covid-19 baixe até meados de junho, não seria uma atitude prudente expor nossa cidade à possibilidade de contágio da doença que poderia advir das aglomerações. É claro que os devotos e suas famílias poderão, na medida do possível e dentro dos parâmetros de segurança sanitária, cumprir as atividades que envolvem a manifestação religiosa, desde a preparação até o Banho do Santo, se assim desejarem fazer. Por isso, vamos discutir quais são as possibilidades", disse ao Diário Corumbaense o diretor-presidente da Fundação da Cultura, Joílson da Cruz.

A festa

O Banho de São João reúne milhares de devotos de São João Batista, muitos vêm de outras regiões do Brasil. O ritual, que remete ao batismo de João Batista nas águas do rio Jordão, faz de Corumbá, única cidade do Brasil a manter uma tradição secular. Toda a festa começa na casa dos devotos. Lá, eles preparam comidas típicas, rezam pelas graças alcançadas e pedem bênçãos a São João. 

Os andores, cada um com suas peculiaridades, seja ele grande, médio ou pequeno, se encontram na Ladeira Cunha e Cruz. A reverência entre eles é um dos pontos mais cultuados pelos festeiros, seja na hora da descida, subida ou até mesmo nas margens do rio.

Os cortejos são acompanhados por cânticos em louvor a São João, com ritmo marcado por instrumentos como violões; sanfonas e bumbos e num só coro, os devotos levam a imagem às margens do rio para banhá-lo.

Só no ano passado, a Prefeitura certificou mais de 100 festeiros como agentes culturais. São eles que todos os anos ajudam a tradição a não se perder e é por isso, que o festejo segue em busca do Registro de Bem Imaterial Nacional.

Festival de pesca adiado

Outro evento suspenso devido a pandemia foi o  Festival Internacional de Pesca (Fipec), que seria realizado nos dias 03 a 05 de abril, voltado para crianças e adultos. Em março, quando anunciou a suspensão, a Prefeitura informou que nova data poderia ser definida. 

Comentários:

Mário Braz leite rocha: DECISÃO CORRETA E RODOVIÁRIA TAMBÉM MANTER FECHADA E SEM FEIRA LIVRE E FISCALIzar O COMÉRCIO

Helmut Martines da Silva: Sabemos, enquanto cristãos, que tudo passa pela avaliação e aprovação divina... Talvez isso tudo que está ocorrendo é para que demos mais atenção e amor aos nossos familiares e amigos... e também agradecer e pedir proteção ao que cremos que nos criou, que enviou o seu filho pra morrer por nós e que um dia voltará. Que em tempos de "isolamento social" possamos conhecer essa linda história de amor.... Lendo a Bíblia....

PUBLICIDADE