PUBLICIDADE

Dois homens envolvidos em roubo de aviões são presos em Anastácio

Campo Grande News em 07 de Setembro de 2021

Jornal Notícias do Estado

Dupla cuidou do monitoramento do aeroporto e teria fornecido as armas usadas no crime

Dois homens envolvidos no roubo das três aeronaves levadas do Aeroclube de Aquidauana, foram presos na noite de segunda-feira (06), em Anastácio, a 135 quilômetros de Campo Grande. Moradores de Anastácio, cidade próxima a Aquidauana, Roger Breno Wirmond dos Santos, de 22 anos, conhecido como “zóio”, e Cristhofer Cristaldo Rocha, de 20, ficaram responsáveis pelo monitoramento do aeroporto e teriam até fornecido as armas usadas no crime. A dupla foi encontrada em operação conjunta da Força Tática do 7º Batalhão de Polícia Militar de Aquidauana e o Batalhão de Choque da Polícia Militar da Capital, conforme o Jornal Notícias do Estado

Encontrado em uma residência na rua Alcântara, em Anastácio, "Zóio" ainda tentou fugir, mas acabou sendo imobilizado pelos policiais. Ele admitiu que levantou a rotina do aeroclube, inclusive por meio de fotos, junto de outro envolvido, identificado apenas como Lázaro, que está foragido. Também cabia a "Zóio" acompanhar toda a movimentação da polícia na cidade após o crime e manter Lázaro informado. Ele seria um dos "cabeças" por trás do crime, conforme apurado pelo site local.

"Zóio" ainda teria apontado a identidade de outros dois envolvidos no crime, um deles seria Ivanildo da Silva Dias, conhecido como “Nego”, e outro suspeito conhecido como “Cupicho”. Equipes da PM chegaram a ir na casa de "Nego", mas ele não foi localizado, bem como o outro homem indicado pelo preso.

Já Cristhofer admitiu que providenciou as armas usadas no roubo a mando de Lázaro, com quem também teria "recrutado" seis bolivianos, incluído os três pilotos que levariam as aeronaves até o destino final após o roubo. Ainda conforme apurado pelo Jornal Notícias do Estado, outro envolvido no roubo teria sido identificado como Renato Corrêa, conhecido como "Dego", morador de Aquidauana, e que é foragido da justiça. Ele é quem teria recebido as aeronaves na Bolívia.

A dupla foi levada para a 1ª Delegacia de Aquidauana, onde estão sendo concentradas as diligências conjuntas com o DRACCO (Departamento de Repressão à Corrupção e ao Crime Organizado). O líder do grupo, apontado como "perigoso foragido do sistema penitenciário estadual" e outros quatro integrantes do bando já foram identificados, mas ainda não foram localizados pela polícia. A principal suspeita da polícia é de que as aeronaves tenham sido levadas para fora do país, contudo, o destino não foi revelado, bem como as identidades do criminosos.

O roubo

Dezoito homens invadiram o aeroclube, na madrugada de segunda-feira (06), e embarcaram nas aeronaves, depois de amarrarem o caseiro do aeroclube e dois filhos. A tentativa foi de levar cinco aviões, mas só foi possível decolar com três deles. Um dos aviões pertence ao cantor, ator e pecuarista Almir Sater. 

PUBLICIDADE