PUBLICIDADE

PMA leva orientações de prevenção às queimadas a moradores da Nhecolândia

Rosana Nunes em 17 de Julho de 2021

Divulgação/PMA

Policiais ambientais constataram que algumas propriedades estão abandonadas

Com a estiagem, focos de incêndio e proibição da queima controlada, quatro equipes da Polícia Militar Ambiental de Corumbá percorreram 2.440 quilômetros de estrada e orientaram 56 pessoas em 47 propriedades rurais em oito dias, no Pantanal da Nhecolândia.  

Concluída na sexta-feira (16), além dos trabalhos preventivos relativos a todos os crimes e infrações ambientais, a operação levou orientação aos proprietários rurais sobre prevenção aos incêndios, iniciativa que vem sendo feita desde o início da Operação Prolepse, no dia 22 de março deste ano. 

Uma situação que dificultou o trabalho foi que várias fazendas no estão abandonadas. Estradas sem manutenção, pela falta de moradores, dificultou a chegada dos policiais ambientais às sedes das propriedades. As equipes constataram que em quatro propriedades de grande porte, havia sinais de que há muito tempo não passavam pessoas por aquelas regiões. 

Divulgação/PMA

56 pessoas receberam orientações sobre prevenção aos focos de incêndio

Esse abandono acaba contribuindo com a prática de possíveis crimes ambientais por pessoas que vão ao local e acampam nas sedes abandonadas. Além disso, devido a estarem desabitadas e serem de grande extensão, diminui a possibilidade de que alguém veja os crimes e denuncie, inclusive, os incêndios.

Em uma dessas fazendas, os policiais debelaram perto de um curso d'água um foco de incêndio. Possivelmente, quem provocou o fogo fugiu quando a PMA chegou ao local.  

Com informações da assessoria de comunicação da PMA.

PUBLICIDADE