PUBLICIDADE

Bispo destaca o amor supremo e o "olhar para o outro" na Semana Santa

Leonardo Cabral em 02 de Abril de 2021

Pastoral da Comunicação

Celebrações seguem medidas de biossegurança contra a covid-19

A comunidade católica, desde o último domingo (28), vivencia a Semana Santa. Nesta sexta-feira, são lembradas a paixão e morte de Jesus Cristo. No domingo de Páscoa, os cristãos celebram a ressurreição daquele que deu a vida para salvar a humanidade.

O bispo diocesano Dom João Aparecido Bergamasco, falou ao Diário Corumbaense sobre a importância da data. “É o momento de uma vivência profunda dos mistérios da paixão, morte e ressurreição de Jesus, é como se fosse um retiro. Vivenciamos todos os dias dessa semana, as celebrações especiais, como o tríduo pascal", disse o religioso.

Ele ainda ressaltou que a Semana Santa, com o cenário que o mundo todo passa, devido a pandemia do novo coronavírus, traz o momento de se olhar para o outro. “É o momento de olharmos, contemplarmos Cristo pelo sofrimento, isso deve tocar o nossos corações ao perceber esse o amor supremo que levou Cristo a dar a vida por nós e através disso, deve nos unir cada vez mais, vivendo o amor fraterno, vivendo a solidariedade, buscando viver unidos como irmãos, um cuidando do outro”, mencionou.

“As nossas vidas estão entrelaçadas, tudo que faz o outro sofrer, me faz sofrer também, por isso, quando ajudamos uns aos outros, vivemos em paz e o mundo se torna melhor. A Semana Santa vem ensinar a viver, o amor, um amor como o amor de Jesus, amor supremo que foi capaz de dar a vida para a nossa salvação”, completou o bispo.

Ressurreição de Jesus

Pastoral da Comunicação

Bispo Dom João Bergamasco

O bispo contou que a celebração da Semana Santa vai encontrar seu ponto mais alto, na ressurreição de Jesus, celebrada na vigília pascal, que acontece tradicionalmente no sábado à noite. “Este ano, não temos essa liberdade de celebrar no sábado à noite, esse momento central será celebrado pela manhã ou à tarde pelas nossas comunidades”, destacou.

Já no domingo, são a celebração pela ressurreição e a Páscoa do Senhor. “Páscoa não é presentear com ovos de chocolate, não é troca de persentes, a Páscoa é ressurreição de Jesus. Jesus venceu a morte e vencendo a morte fez de nós participantes da vida nova, com ele somos vencedores. Tempo de renovar a nossa esperança. A morte não tem a última palavra. Cristo venceu a morte e é o centro da nossa fé”.

As celebrações

Cada Paróquia tem sua programação, afirmou o Bispo. “Nesta sexta-feira, todas as comunidades terão a adoração da Santa Cruz às 15h e no sábado, pelo fato do toque recolher ser às 16h, não podemos celebrar à noite com a presença da comunidade, mas pela manhã e início da tarde. Já no domingo todas as comunidades terão celebração pela manhã. Essas celebrações que as comunidades vão fazer, serão feitas dentro das restrições e a maioria transmitida também pelas redes sociais, como Facebook, como fazemos”, explicou. 

O bispo salienta que o importante é que todas as famílias das comunidades possam celebrar este momento. “A Páscoa do Senhor ressuscitado renova a vida das pessoas, por isso é importante participar dos momentos litúrgicos durante a Semana Santa, temos que participar da vida da comunidade, desses momentos fortes de celebração, momento em que renovamos nossa fé, vida, esperança, caminhando sempre fiel a Jesus”, finalizou Dom João Bergamasco.

PUBLICIDADE