PUBLICIDADE

Presidente da Câmara prega maior participação da população nas ações para o desenvolvimento de Corumbá

Da Redação com Ascom da Câmara de Corumbá em 16 de Fevereiro de 2021

Divulgação/Câmara de Corumbá

Além dos 15 vereadores eleitos, prefeito Marcelo Iunes e deputada Bia Cavassa, participaram da sessão solene

Na abertura do ano legislativo, o presidente da Câmara de Corumbá, vereador Roberto Gomes Façanha, pregou a participação da população corumbaense, de forma mais ativa, nas ações e projetos voltados para o desenvolvimento da região. A sessão solene foi no final da tarde de segunda-feira (15), no plenário do Legislativo.

Em seu discurso, o presidente citou a eleição de novembro, afirmando que “os corumbaenses decidiram confiar o nosso destino comum a uma equipe que os representa, e a um projeto que satisfaz os seus legítimos desejos, necessidades e expectativas da população que culminou com a eleição do prefeito Marcelo Iunes e de todos nós 15 vereadores”.

No entanto, fez uma ressalva, afirmando que a intenção de todos na Casa de Leis, é fazer mais do que “aquilo que nos comprometemos com os corumbaenses. Queremos exceder as expectativas dos cidadãos, das famílias e das organizações da sociedade civil. Queremos uma nova atitude no relacionamento entre os cidadãos e seus representantes políticos, queremos a participação ativa de todos os corumbaenses que desejam contribuir para o desenvolvimento, geração de emprego e renda, e melhor qualidade de vida para todos”.

Observou que a Câmara sempre esteve aberta aos mais diferentes segmentos da sociedade civil. Citou que, devido à pandemia da covid-19, as sessões foram restritas em 2020, mas que acredita no restabelecimento da normalidade e o Plenário “Dr. Léo de Medeiros Guimarães”, voltará a receber a população, solicitando, sugerindo, enfim, contribuindo para o desenvolvimento do Município.

“Quem tem que brilhar não são as pessoas, mas suas ideias. Quem ocupa o melhor espaço não são os nomes, mas a competência das suas atitudes”, continuou, destacando que a Câmara vai cumprir o “seu papel na sociedade, com uma atuação de forma independente, cristalina, representada pelas ideias e atitudes de cada um de nós, vereadores e vereadora”.

Divulgação/Câmara de Corumbá

Presidente do Legislativo, Roberto Façanha ressaltou a importância da participação da população nas ações e projetos

Reforçou que é preciso atuar de forma independente, mas em harmonia com os demais poderes: Executivo e Judiciário, e que a “sociedade espera, e temos a obrigação de fazer com que a Câmara seja de fato, um espaço do povo, seja o seu pulsar de ideias, seja uma caixa de ressonância da vontade popular”.

Roberto Façanha aproveitou o momento para, mais uma vez, se solidarizar com todas as famílias que perderam entes queridos durante a pandemia da covid, e fez um pedido para que “as autoridades da área da saúde possam de forma rápida, cumprir os cronogramas de vacinação dos grupos de riscos, com a finalidade de reduzir o contágio e, principalmente, os óbitos causados pelo coronavírus. Que consigamos imunizar em um curto período, a maior parte da nossa população brasileira”, concluiu.

A sessão contou com as presenças dos 15 vereadores eleitos em novembro passado; do prefeito municipal Marcelo Iunes, e da deputada federal Bia Cavassa. 

Além de Façanha, participaram os vereadores Manoel Rodrigues (Republicanos), primeiro vice-presidente; Yussef Salla (PDT), segundo vice-presidente; Elio Moreira – o Elinho Verde Frutti (PTB), primeiro secretário; Samyr Sadeq Ramunieh (PTB), segundo secretário; Ubiratan Canhete de Campos Filho – Bira (PSDB); Chicão Vianna (PSD); Raquel Bryk (PP); Alexandre Vasconcellos (PSDB); Luciano Costa (PSDB); Allex Della (Republicanos); Gaúcho da Pró-Art (PP); Genilson José (PODE); Daniel Brambilla (PSL), e Nelsinho Dib (MDB).

Lideranças

Quatro líderes de partidos na Câmara fizeram uso da palavra, destacando o momento atual, a importância de se realizar um trabalho voltado para a população e pelo desenvolvimento da cidade. O primeiro a fazer uso da palavra foi Manoel Rodrigues, do Republicanos, que desejou sucesso a todos os integrantes da casa e ao prefeito Marcelo Iunes, e um ano de grandes realizações, desenvolvimento e progresso para Corumbá. “Tenho certeza de que nosso trabalho junto ao Executivo e outros parceiros, vai atender de forma dinâmica, os anseios da nossa população”.

Samyr Sadeq Ramunieh – Qualhada, fez uso da palavra pelo PTB. Em seu primeiro mandato, disse que tem muito a aprender, e se colocou à disposição dos demais parceiros “para fazer o melhor para Corumbá”, e que é preciso atuar de forma harmônica, em parceria com o Poder Executivo, para realizar o trabalho necessário, “contribuindo para o bem estar da população”.

Pelo PSDB, Ubiratan Canhete de Campos Filho – Bira, citou que é importante contribuir para o bom andamento dos trabalhos da casa, atuando de forma incessante para o bem estar da população, “fazendo o bem comum, o bem para a nossa população”, e que é preciso manter a independência, “mas atuar de forma harmônica com os outros poderes”.

O último líder a fazer uso da palavra foi Chicão Vianna (PSD). Ele citou que é importante haver harmonia entre os poderes, “mas temos que ter o contraponto para buscar o bem comum. Nunca tem que ser 100% do mesmo lado. Toda unanimidade é burra”, exaltou, conclamando todos a atuar de forma decisiva em busca de recursos para Corumbá, principalmente em Brasília, junto aos representantes sul-mato-grossenses.

PUBLICIDADE