PUBLICIDADE

Filhote de veado campeiro é resgatado em área de fogo na Serra do Amolar

Leonardo Cabral em 10 de Novembro de 2020

Divulgação/3ºGBM

Filhote foi solto após ser levado para uma área segura e com água

Os focos de incêndios seguem na região da Serra do Amolar. Além da vegetação e da própria população que vive na localidade, quem mais sofre também são os animais.

Na segunda-feira, 09 de novembro, militares do Corpo de Bombeiros que integram a equipe que está na linha de frente do combate às queimadas, resgataram um filhote de veado campeiro.

O animal estava em uma área de fogo, foi resgatado e levado pelos militares para um lugar com pastagem e água. Logo depois, ele foi solto e seguiu em direção à mata.

Fogo

Desde a semana passada, equipes dos bombeiros e brigadistas do Prevfogo/Ibama se deslocaram para a Serra do Amolar, no combate ao fogo.

De janeiro até novembro, Corumbá registrou 8.080 focos de calor, liderando o ranking de queimadas por município. Só nesses dez dias de novembro, a cidade contabilizou 95 focos de queimadas, conforme aponta os dados do Inpe (Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais). Nas últimas 24h, a cidade pantaneira teve 23 focos de incêndio.

Já o bioma Pantanal, que corresponde às áreas de Mato Grosso e Mato Grosso do Sul, tem um total de 21.713 focos de queimadas.

PUBLICIDADE