PUBLICIDADE

Chuva ajuda a amenizar focos de queimadas; Corumbá lidera ranking no país

Leonardo Cabral em 07 de Abril de 2020

Anderson Gallo/Diário Corumbaense

Volume de água que caí desde à noite de ontem (06) representa a metade prevista para todo o mês de abril

A chuva que cai em Corumbá, desde o início da noite de segunda-feira, 06 de abril, e continua na manhã desta terça-feira (07) foi suficiente para amenizar os problemas causados pelas queimadas na região, grande parte delas, em áreas isoladas no Pantanal e também do lado boliviano da fronteira.  

Conforme a estação de meteorologia da Uniderp, em Campo Grande, foi registrado grande volume de água na cidade. Em 14 horas, choveu em Corumbá, 41,2 milímetros, volume que representa metade do previsto para todo o mês de abril.

Anderson Gallo/Diário Corumbaense

Fumaça encobria Corumbá na noite de sábado

No último final de semana, a cidade ficou encoberta por uma densa camada de fumaça. Grande parte dos focos de queimadas estava localizada em áreas de difícil acesso, o que dificulta o combate ao fogo.

Corumbá segue liderando ranking de queimadas

O Inpe (Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais) informa que Corumbá continua liderando o ranking de queimadas no Brasil. De janeiro até os primeiros sete dias de abril, o município registrou 783 focos de queimadas, o que representa 33,7% de focos em todo o país.

De 1º de abril até segunda-feira (06), Corumbá teve 133 focos, o que equivale a 40,9% das queimadas. Em 48h, a cidade registrou 98 focos de incêndio, o número representa pouco mais da metade dos focos contabilizados nas cidades com mais queimadas: 54,1% dos focos.

PUBLICIDADE