PUBLICIDADE

Mais bombeiros reforçam força-tarefa que combate queimadas no Pantanal

Leonardo Cabral em 24 de Abril de 2020

Divulgação/3ºGBM

Boa parte dos focos de queimadas se concentra em áreas de difícil acesso no Pantanal

Equipe que coordena a Operação de Combate a Incêndios Florestais no Pantanal, estabeleceu novas estratégias no combate às queimadas na região norte de Corumbá. A partir desta sexta-feira (24) somam aos trabalhos, os bombeiros que estavam atuando na área urbana da cidade. 

Com isso, houve o aumento de tropas terrestres para ter mais efetividade nas ações conciliadas com o apoio aéreo. Como o acesso às frentes de incêndios eram distantes e de difícil acesso, o helicóptero da Polícia Militar do Estado está sendo empregado no translado desses bombeiros militares para reforçar o combate direto.

Além disso, para combater o fogo na região pantaneira, as frentes que fazem parte da Operação, montaram uma base operativa na Fazenda Santa Teresa. Dois aviões auxiliam na ação, além de embarcações via fluvial para o acesso ao focos.

“Porém, o que chama a atenção é que a região do Pantanal passa por um momento atípico, devido a grande quantidade de focos registrada nessas últimas semanas. Os incêndios nessas localidades acontecem geralmente de junho até agosto, podendo se prolongar por outros meses, na época de estiagem”, explicou o sargento do 3° Grupamento de Bombeiros, André Marti.

Aeronaves ajudam no combate ao incêndio

Divulgação/3ºGBM

Houve aumento de tropas terrestres para ter mais efetividade nas ações conciliadas com o apoio aéreo

Nas ações realizadas na quinta-feira, foram lançados aproximadamente 30 mil litros de água pelas duas aeronaves Air Tractor do DF e MT, para apagar o fogo.

“Essa frente de trabalho ajuda a equipe em solo, pois a água resfria o local e a equipe em terra realiza o rescaldo para que a vegetação não reinicie as chamas. Os focos seguem concentrados na região da Baía Vermelha e no Parque Nacional do Pantanal, próximo a Morraria do Amolar. Todos em locais de difícil acesso”, disse Marti.

Inicialmente, o Corpo de Bombeiros Militar de Corumbá recebeu reforços de guarnições de Campo Grande, Aquidauana e Jardim, para combate aos focos de incêndio na região do Pantanal.

Números

Corumbá segue liderando o ranking das cidades que registraram maior número de queimadas no Brasil. Atualmente com 1.064 focos, a cidade aparece na ponta da lista do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE). Nos 24 dias de abril, Corumbá registrou 414 focos, e nas últimas 48h, 54 focos de calor. 

PUBLICIDADE