PUBLICIDADE

FASP começa hoje em Corumbá com mais de 50 atrações nacionais e internacionais

Leonardo Cabral em 14 de Novembro de 2019

Anderson Gallo/Arquivo Diário Corumbaense

Palco Integração vai receber grandes nomes da música nacional

Começa oficialmente nesta quinta-feira, 14 de novembro, a 15ª edição do Festival América do Sul Pantanal, em Corumbá, Ladário e nas cidades bolivianas de Puerto Quijarro e Puerto Suárez. O festival tem atividades nos quatro cantos da região pantaneira.

Com mais de 50 atrações regionais, nacionais e internacionais, a cerimônia de abertura do FASP acontece às 20h, no Palco Integração, localizado na Praça Generoso Ponce, que junto com a avenida General Rondon, recebe a maior parte da estrutura do evento. O governador Reinaldo Azambuja e o prefeito de Corumbá, Marcelo Iunes, irão participar da cerimônia.

Logo após a abertura oficial, o público poderá acompanhar às 21h, a apresentação da Orquestra de Instrumentos Reciclados de Cateura [Paraguai]. E encerrando a primeira noite do Festival América do Sul Pantanal, às 22h20, o show nacional com a dupla Zezé di Camargo e Luciano.

O público ainda poderá acompanhar shows dos artistas brasileiros Diogo Nogueira, na sexta-feira (15); sábado (16) Paralamas do Sucesso e domingo (17), encerrando o evento, a cantora de forró Lucy Alves.

As apresentações musicais acontecerão em três palcos especiais: Integração, onde ocorrem os maiores espetáculos; no Moinho Cultural, com um som mais "intimista" e em Ladário, cidade irmã que mais uma vez participa de forma integral do evento.

O Pavilhão dos Países receberá as plurais inspirações de artesãos sul-mato-grossenses e de artistas da Colômbia, Argentina, Paraguai, Bolívia, Peru e Venezuela. Todas as peças, que revelam traços culturais marcantes de suas origens, serão comercializadas. Também serão realizadas oficinas de criação por mestres da área e confecção de carteiras nacionais de artesão, documento nacional que possibilita a venda de peças em eventos nacionais, como o próprio FASP e feiras pelo Brasil.

Homenageados

O rio Paraguai que encanta os turistas que visitam Corumbá e que é alvo de fotos e vídeos, cenário de passeios e pano de fundo de encantamento e declarações de amor é o grande homenageado desta edição do Festival América do Sul Pantanal. E muito além de sua beleza e sua presença constante como cenário das atrações, o rio Paraguai é o elo une países sul-americanos. É através de suas águas que Corumbá recebeu diferentes povos e suas variadas influências culturais.

Além disso, a 15ª edição do festival, rende homenagens também a grande nomes que ajudaram de alguma forma a disseminar a cultura em Mato Grosso do Sul. Serão homenageados o escritor corumbaense, Hélio Serejo (in memoriam); o cantor e compositor Paulo Simões – autor (junto com Geraldo Roca) de uma das canções mais emblemáticas do Estado: “Trem do Pantanal”; além do artista plástico Edson Castro, um dos expoentes das artes de Mato Grosso do Sul, atualmente radicado em Paris; a mãe de santo de Corumbá, Cacilda Gonçalves de Paula (falecida em 2000) e o coreógrafo, bailarino e gestor público, Joílson Silva da Cruz, de Corumbá, que atualmente comanda a Fundação de Cultura do Município pantaneiro. 

Confira a programação completa clicando aqui.

PUBLICIDADE