Onze pessoas são isoladas por suspeita de coronavírus em Roboré; cidade fica a 250 km de Corumbá

Leonardo Cabral em 24 de Março de 2020

Onze pessoas da mesma família, foram colocadas em isolamento domiciliar na cidade boliviana de Roboré, distante 250 quilômetros da fronteira com Corumbá. Todos eles são considerados suspeitos para coronavírus.

Conforme o jornal El Deber, a medida foi determinada porque integrantes da família estavam em viagem e tiveram supostamente contato com uma pessoa que atestou positivo para a doença ao chegar na Bolívia após ter vindo do exterior.  

O prefeito de Roboré, Iván Quezada, confirmou as informações, indicando que as medidas referentes ao caso estão sendo tomadas e que o diretor do hospital Germán Vaca Díez, Juan Padilla, está fazendo acompanhamento médico para que sejam cumpridas as medidas de isolamento recomendadas pela Organização Mundial de Saúde (OMS).

"Neste momento, estamos em uma reunião com todas as autoridades para coordenar todas as ações que serão realizadas a partir de agora. Quero comunicar à população de Roboré que já temos casos suspeitos. Há onze pessoas isoladas em uma casa, que são submetidas a testes laboratoriais", disse.

O prefeito acrescentou que, embora a população cumpra estritamente a quarentena, o controle será mais rígido, impedindo a entrada de pessoas naquela cidade.

O caso já é conhecido pelas autoridades regionais de saúde. O secretário de Saúde do Interior, Óscar Urenda, indicou que uma comissão do Serviço Departamental de Saúde (Sede) está se deslocando para Roboré, para realizar a respectiva investigação sobre o caso.

Até agora, 29 casos de coronavírus foram confirmados na Bolívia.

PUBLICIDADE