PUBLICIDADE

Exército comemora dia da Arma de Infantaria com solenidade no 17º BFron

Da Redação em 23 de Maio de 2014

O 17° Batalhão de Fronteira comemorou na manhã desta sexta-feira, 23 de maio, o Dia da Arma de Infantaria, que é celebrado em 24 de maio. Participaram da solenidade representantes do Exército das cidades de Coxim, Porto Murtinho, Campo Grande, Forte Coimbra e também Fuzileiros Navais. A cerimônia ressaltou a importância do brigadeiro Antônio Sampaio, patrono da Infantaria e considerado um dos maiores representantes militares da história do Brasil Independente e herói da Guerra da Tríplice Aliança.

Anderson Gallo/Diário Corumbaense

Dia da Arma de Infantaria foi lembrada com cerimonia militar

“No dia 24 comemora-se o dia em que o brigadeiro Sampaio, um herói do Exército Brasileiro, foi ferido na Guerra da Tríplice Aliança. O brigadeiro, por conta de sua atuação na guerra e seu heroísmo e bravura, se tornou patrono da Infantaria Brasileira. A infantaria é a rainha das armas, aquele grupo de soldados que vai a frente, o combatente por excelência, é o homem no combate. Costumamos reverenciar nossos heróis porque eles servem de exemplo para o nosso soldado do presente”, disse ao Diário Corumbaense, o comandante do Comando Militar do Oeste (CMO) general de Exército Juarez Aparecido de Paula Cunha.

O general destacou a importância das forças armadas na região de fronteira. “Nós temos uma preocupação muito grande com a região de fronteira, não só em termos de defesa externa, mas, particularmente, em face das novas ameaças que nós temos hoje. O inimigo não é mais aquele elemento reconhecido, não existe mais isso, hoje as ameaças identificadas são narcotráfico, contrabando, tráfico de pessoas. Então, é isso que nós estamos trabalhando juntamente com os órgãos de segurança pública, de inteligência, todos trabalham juntos para combater essas ameaças”, explicou o comandante do CMO.

Na solenidade foram feitas apresentações da banda de música, canto da Infantaria, demonstração de rapel de helicóptero e também uma simulação de combate. O carro com o busto do brigadeiro Sampaio foi escoltado pelas representações da infantaria de caatinga, paraquedista, selva, blindado e policial do Exército.

Militares depositaram coroa de flores no busto do Brigadeiro Sampaio

Infantaria

A Infantaria é a mais antiga arma do Exército e geralmente dotada dos maiores efetivos, formada por soldados que podem combater em todos os tipos de terreno e sob quaisquer condições meteorológicas, podendo utilizar variados meios de transporte para serem levados à frente de combate. Sua principal missão é conquistar e manter o terreno, aproveitando a capacidade de progredir em pequenas frações, de difícil detecção e grande mobilidade. A infantaria contemporânea frequentemente emprega o princípio de Fogo e Movimento para atingir uma posição dominante em relação àquela do inimigo.

A Infantaria moderna segue uma organização que divide as tropas de infantes agrupando-os em unidades chamadas de divisões, brigadas, batalhões, companhias e pelotões.

PUBLICIDADE