PUBLICIDADE

Famílias fazem longa fila para receber ossos para sopa e distribuição começou mais cedo

Leonardo Cabral em 29 de Dezembro de 2021

Leonardo Cabral/ Diário Corumbaense

Fila se formou logo depois do almoço, por isso a entrega foi antecipada; quem chegou no horário, não conseguiu a doação hoje

Uma longa fila. Assim começou a entrega de ossos para sopa para famílias carentes, na tarde desta quarta-feira, 29 de dezembro, em Corumbá. A ação, realizada pelo açougue Urucum, estava marcada para às 16h, mas foi adiantada porque as pessoas começaram a chegar às 13h.

“Não tinha como deixar esperando debaixo daquele sol forte. A fila, por volta das 13h, já chegava lá na outra quadra. Por isso, resolvi liberar os pacotes de doação antes”, explicou Rafaelle Vasconcellos, dona do estabelecimento, pedindo, para que nesta quinta-feira (30) as pessoas cheguem no horário, às 16h. “É para evitar que fiquem muito tempo na fila e é preciso que todos estejam usando máscaras”, reforçou  Rafaelle se referindo à prevenção da covid e das síndromes gripais. 

Rafaelle contou que sempre faz doações a instituições de Corumbá, mas desta vez, neste fim de ano, resolveu ajudar famílias que estão precisando de apoio.

“Eu tive a ideia para ajudar as famílias, fui criticada por alguns, mas o importante é ajudar. Se cada um fizer a sua parte, podemos auxiliar muitas pessoas. Espero que outros possam fazer também, como uma amiga, proprietária do Recanto da Carne, que resolveu apoiar a ideia e somar comigo nessa ação e dos meus 'meninos' colaboradores aqui no estabelecimento”, destacou. 

[foto2]Chegando na hora, às 16h, algumas pessoas foram surpreendidas e não conseguiram a doação. A dona de casa, Marizane, que mora no bairro Guatós, foi uma delas, mas compreendeu a situação. "Tem muitas famílias que não têm condições, assim, como eu, de comprar carne todos os dias. Então, com esse gesto, querendo ou não, além de ajudar, proporciona um final de ano melhor, pois mesmo sendo pouco, para quem não tem nada, é muito, muito mesmo. Amanhã vou voltar e tentar garantir o meu”, falou Marizane. “Pode ser osso, mas estão doando, para quem precisa é fartura”, completou.

Acompanhada dos três filhos e das irmãs, a jovem Bianca, moradora do bairro Cristo Redentor, contou que soube da ação e resolveu vir, mas infelizmente não conseguiu. “Falaram que seria às 16h a distribuição, cheguei umas 15h30, porém já não tinha mais. Entendo, pois ficar numa fila gigantesca ainda mais com criança no colo, não dá. A ação vem em boa hora, ainda mais para quem precisa, assim, como eu e minhas irmãs. Amanhã, vamos voltar”, disse.

[foto3]A ação segue nesta quinta-feira (30) e sexta-feira (31). O horário da distribuição é a partir das 16h. A Casa de Carne Urucum, fica localizada na esquina das ruas Sete de Setembro e Dom Aquino, região central da cidade.

PUBLICIDADE