PUBLICIDADE

PF apreendeu arma e munições com um dos alvos da operação Independência

Rosana Nunes em 12 de Maio de 2021

Divulgação/Polícia Federal

Arma de fogo e munições apreendidas com um dos alvos da operação

A Polícia Federal informou que apreendeu um revólver, munições e prendeu uma mulher por porte ilegal de arma de fogo em Corumbá, durante a Operação Independência, realizada nesta quarta-feira (12). Por ser crime afiançável, ela pagou fiança e foi liberada. A operação, realizada também em Campo Grande, apreendeu arquivos de computador e documentos que agora serão analisados e periciados. Não houve apreensão de valores relevantes, de acordo com a PF. 

A investigação apontou restrições à competitividade do certame, indicativo de fraude processual, falsidade ideológica e a existência de vínculos entre integrantes da empresa contratada e agentes públicos municipais diretamente relacionados com a contratação e a execução da obra de requalificação do Jardim da Independência, considerada um ícone na história e no paisagismo de Corumbá, com valor final de R$ 2.060.353,02.

Oito mandados de busca e apreensão na casa de empresários e funcionários públicos da Prefeitura Municipal vinculados à administração de 2013 a 2016 (gestão do ex-prefeito Paulo Duarte), foram cumpridos pela Polícia Federal e Controladoria Geral da União. Os mandados expedidos pela Justiça Federal em Corumbá buscam reforçar os indícios de corrupção identificados até agora e individualizar a conduta de cada investigado. 

O grupo investigado teria sido favorecido na celebração do procedimento licitatório, além de não ter entregue, ou ter entregue apenas em parte, a obra de reforma do Jardim da Independência. Os investigados podem responder pelos crimes de peculato e frustração do caráter competitivo do processo licitatório. 

PUBLICIDADE