PUBLICIDADE

Brasileiro é morto a tiros na Bolívia; "Pupunha" foi alvo de operação da PF por tráfico de drogas em 2009

Leonardo Cabral em 20 de Janeiro de 2022

Reprodução/Jornal El Deber

"Pupunha" chegou a descer do carro para pedir ajuda, mas morreu logo em seguida

O brasileiro Everton Cândido Gomes da Silva, de 34 anos, conhecido como “Pupunha”, alvo da Operação Volver da Polícia Federal em 2009, morreu após ser atingido por vários disparos de arma de fogo, na quarta-feira, 19 de janeiro, na cidade de San Matías, próximo a fronteira com o Mato Grosso.

Conforme testemunhas, dois indivíduos chegaram em uma moto, depois de perseguir “Pupunha”, que estava dentro de seu carro e dispararam contra ele. A namorada da vítima o acompanhava e ficou ferida em um dos pés, sem gravidade.

Everton dirigia um carro branco, com placas brasileiras, na Avenida Barrientos, em San Matías, quando foi interceptado pela motocicleta. Um dos ocupantes fez os disparos e fugiu logo em seguida com o comparsa, conforme informações do jornal El Deber.

Divulgação

Brasileiro foi alvo de operação da PF no combate ao tráfico de drogas

Ferido, o brasileiro desceu do carro e pediu ajuda a pessoas que presenciaram o ataque, mas em poucos minutos, ele caiu na calçada e morreu. 

Operação da PF

"Pupunha" foi denunciado e preso na Operação Volver, da Polícia Federal, em 2009. Pelo menos 30 pessoas foram denunciadas por envolvimento com o tráfico internacional de drogas. Segundo a ação penal, o grupo importava drogas da Bolívia para distribuição em Mato Grosso e no Espírito Santo.

Ainda de acordo com as investigações, alguns dos integrantes da organização atuavam em crimes de evasão de divisas e lavagem de capitais. A ligação entre os membros do bando foi comprovada por meio de conversas telefônicas interceptadas com autorização judicial.

Na época, ainda foram presas duas advogadas, sendo que uma delas teve diálogos gravados com "Pupunha", apontado como o líder do tráfico naquela região. 

PUBLICIDADE