PUBLICIDADE

País precisa de bom senso, diz Reinaldo Azambuja sobre coronavírus

Campo Grande News em 25 de Março de 2020

O governador de Mato Grosso do Sul, Reinaldo Azambuja (PSDB), defendeu serenidade e bom senso no enfrentamento da crise causada pela pandemia do coronavírus.

Foi a primeira manifestação depois de duas falas do presidente Jair Bolsonaro defendendo a retomada das atividades produtivas, incluindo aulas, no que chamou de isolamento vertical, no qual somente idosos e pessoas com saúde vulnerável seguiriam em casa.

Pregando equilíbrio, Azambuja defendeu a preservação de vidas “combatendo a pandemia e também o caos econômico e social, representado pela possibilidade de desemprego agudo, agravamento da fome entre os mais vulneráveis e o desabastecimento da população”.

Em nota enviada, ele defendeu também que a superação, do que chamou de tragédia, envolve todos. “A hora exige alta responsabilidade, dos governos, das empresas, dos cidadãos.” O governador não fez nenhuma menção direta às declarações do presidente. 

PUBLICIDADE