PUBLICIDADE

RJ: idosa de 74 anos é presa com 55 pedras de crack na vagina

Fonte: Terra em 30 de Outubro de 2012

Investigadores da 9ª Delegacia Territorial (DT-Boca do Rio) prenderam em flagrante, na última segunda- feira, Berenice Alves Fernandes, 74 anos, com 55 pedras de crack escondidas na vagina. A droga foi encontrada durante revista feita por uma policial feminina na idosa, que estava acompanhada da neta, a traficante Glaucia Fernandes Bispo, 33 anos, conhecida como "Curtinha".

Acionados por moradores, incomodados com o barulho de uma festa em frente à residência da idosa, na localidade de Cajueiro, na Boca do Rio, policiais da 9ª DT, coordenados pelo investigador Carlos Alberto, foram ao local e constataram que os participantes estavam consumindo drogas. Ao perceber a presença dos policiais, a neta da idosa tentou se esconder, atraindo a atenção dos investigadores que a seguiram até o interior da casa, onde se encontrava também a avó.

Acusadas de integrar uma das quadrilhas que participou da "chacina da Boca do Rio", em outubro do ano passado, avó e neta estavam sendo monitoradas desde então pela 9ª DT. Muito nervosas e negando qualquer tipo de informação, as duas mulheres foram revistadas pela policial civil Gildete Ramos, que, além da droga, encontrou a quantia de R$ 132 com Gláucia, provenientes da venda de drogas, que estava sendo feita no local da festa.

Aos policiais, a idosa negou que a droga fosse sua e alegou que as pedras estavam em sua vagina, acondicionadas em um saco plástico, por culpa da neta, que, buscando impedir o flagrante, escondeu o pacote por dentro de sua calcinha, enquanto dormia. Gláucia Curtinha já vinha sendo investigada por ser uma das responsáveis pelo tráfico de drogas no Cajuzinho, outra localidade da Boca do Rio.

Custodiadas na carceragem da Delegacia Especializada de Repressão a Crimes Contra a Criança e o Adolescente (Derca), Berenice e Glaucia foram autuadas por tráfico de drogas e associação para o tráfico. O material apreendido foi encaminhado para pericia.

 

PUBLICIDADE