PUBLICIDADE

Ministério da Justiça instala em MS centro de combate ao crime organizado

Portal de Notícias do Governo de MS em 19 de Agosto de 2021

Chico Ribeiro/Governo do Estado

Centro fará uma verdadeira integração da inteligência e operações, destacou ministro (primeiro à esquerda)

Começou a operar em Campo Grande nesta quinta-feira (19) o Centro Integrado de Inteligência de Segurança Pública Regional Centro-Oeste (CIISPR-CO) - um sistema de inteligência que integra o trabalho das polícias de Mato Grosso do Sul, Mato Grosso, Goiás e Distrito Federal com foco no combate ao crime organizado. 

Inaugurada pelo governador Reinaldo Azambuja e pelo ministro da Justiça, Anderson Torres, a unidade de segurança vai conectar o trabalho policial do Centro-Oeste com as outras regiões do Brasil. "Esse núcleo de inteligência vai dar resultado para o País. Está em Campo Grande, Mato Grosso do Sul, por uma questão estratégica. Somos o estado com maior fronteira com a Bolívia e o Paraguai e vivenciamos problemas de contrabando, narcotráfico e descaminho. Então, essa inteligência favorece o Brasil", explicou o governador Reinaldo Azambuja. 

Chico Ribeiro/Governo do Estado

Ministro e governador conheceram equipes que vão atuar no CIISPR-CO

O CIISPR-CO é um projeto idealizado pelo Ministério da Justiça. A estrutura do Centro de Inteligência, montada no antigo Clube do Servidor, no Parque dos Poderes, recebeu investimentos de R$ 2,5 milhões, sendo R$ 2 milhões do Governo Federal, para aquisição de equipamentos eletrônicos e sistemas de inteligência, e R$ 500 mil do Governo do Estado, para reforma e segurança orgânica. 

"É um Centro Integrado de Inteligência extremamente importante, que liga Mato Grosso do Sul e o Centro-Oeste a todas a regiões do País, fazendo uma verdadeira integração da inteligência e operações, possibilitando resultado muito mais eficaz contra o crime organizado. O Mato Grosso do Sul é extremamente importante nesse contexto da segurança nacional, pois tem uma grande fronteira com dois países muito importantes para o Brasil", destacou o ministro Anderson Mendonça. 

O prédio do CIISPR-CO reúne, em um mesmo local, equipe formada por agentes de inteligência das forças estaduais, federais, forças armadas e de fiscalização, como Secretaria Estadual de Fazenda (Sefaz) e Receita Federal do Brasil, para atuar de forma integrada e coordenada com foco no combate ao crime organizado, em sincronia com as demais regiões do País. 

O trabalho desenvolvido na unidade será fundamental para combater crimes como o tráfico de drogas e armas, além de contrabando e descaminho. O Centro também será um ponto focal estratégico para trabalhar a Rota Bioceânica, caminho rodoviário em construção que vai ligar o Brasil, por Mato Grosso do Sul, ao Paraguai, Argentina e Chile. 

Segundo o secretário estadual de Justiça e Segurança Pública, Antônio Carlos Videira, o Centro Integrado de Inteligência do Centro-Oeste interliga 146 bancos de dados de segurança pública de todo o Brasil. "Isso é potencializar toda nossa força policial", pontuou. Para ele, o Centro Integrado é ferramenta indispensável integração das forças municipais, estaduais e federais que vai contribuir com a segurança de todo o Brasil, "inclusive de países que seriam destino dos grandes carregamentos de drogas e  outros produtos ilícitos".

"Combatendo crime organizado, nós garantimos progresso que gera emprego e renda", completou Videira. “Continuamos com uma capacidade de trabalho aumentada e isso tem feito a diferença para Mato Grosso do Sul, com a melhora do índice de segurança pública ano após ano, trabalhando com eficiência e inteligência”, acrescentou o secretário de Infraestrutura, Eduardo Riedel, que acompanhou o evento de entrega do CIISPR-CO.

PUBLICIDADE