PUBLICIDADE

Bandidos se passam por passageiros e roubam carro de motorista de aplicativo

Leonardo Cabral em 01 de Julho de 2021

Homem de 41 anos, que trabalha como motorista de aplicativo, passou por momentos de muita tensão e medo durante roubo do veículo Ford KA, placas OOR 3661, de sua propriedade. O caso aconteceu na rua Treze de Junho esquina com a José Fragelli, bairro Dom Bosco, quando fazia uma corrida solicitada por dois indivíduos, por volta das 20h35, de quarta-feira, 30 de junho.

Conforme relatos da vítima, ele pegou os "passageiros" em frente a Unidade de Pronto Atendimento (UPA), do bairro Guatós, parte alta da cidade. O destino era o bairro Cervejaria, porém, no trajeto, um dos bandidos pediu para que ele parasse o veículo em um local escuro, pois queria urinar.

Desconfiado, o motorista resolveu cancelar a corrida já no bairro Dom Bosco, na esquina da rua José Fragelli e informou o valor da corrida. Neste momento, um dos autores entregou uma nota de R$ 50,00 e ao se distrair para devolver o troco, os ladrões o renderam. Um deles colocou um revólver, aparentemente calibre 38, em sua cabeça e o outro, um facão em sua cintura, anunciando o assalto e dizendo para que ele entregasse tudo o que tinha, inclusive as chaves do automóvel.

Rendido, o motorista viu que mais dois indivíduos encapuzados se juntaram aos bandidos. A vítima, ainda foi revistada e um dos autores repetia: “você tá armado, passa a arma, passa a arma”, mas ele respondeu que não tinha nenhum revólver.  

Além do carro, os ladrões levaram carteira de cigarro, dinheiro, cuja quantia não é informada no boletim de ocorrência, documentos pessoais e um aparelho celular.

O caso foi registrado como roubo majorado pelo concurso de pessoas na Delegacia de Polícia Civil. 

PUBLICIDADE