PUBLICIDADE

Doses da Janssen já têm distribuição definida, diz ministro a senadores

Da Redação com assessoria de imprensa em 10 de Junho de 2021

Divulgação

Senadora Soraya com ministro Marcelo Queiroga

Ao participar nesta quinta-feira (10) de reunião com o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, em Brasília, para tratar sobre o pleito de envio de vacinas da Janssen suficientes para imunizar todas as pessoas com 18 anos ou mais, a senadora Soraya Thronicke (PSL/MS) solicitou mais vacinas contra a covid-19 e insumos hospitalares para Mato Grosso do Sul. “Foi criada uma expectativa em relação às três milhões de doses da vacina Janssen, cuja aplicação é de apenas uma dose para obter a imunização, porém, o ministro informou que a distribuição delas já tinha sido decidida entre os secretários estaduais de Saúde em uma proporção alinhada entre eles”, declarou. 

Soraya Thronicke completa que o ministro Marcelo Queiroga garantiu que a parte da reserva de vacinas que o Ministério da Saúde tem para possíveis situações de contingenciamento pode ser destinada para Mato Grosso do Sul. “Ele se comprometeu comigo e com os senadores Nelsinho Trad (PSD/MS) e Simone Tebet (MDB/MS) a articular para que sejam destinadas para o nosso Estado essas doses extras de vacinas. Fizemos o pedido de 126 mil doses a mais da Janssen para a região de fronteira com o fundamento de que estamos vacinando muito bem, mas passamos por um momento de colapso”, declarou.

 

Já o senador Nelsinho Trad ressalta que a audiência com o ministro da Saúde serviu para reforçar o apelo para uma atenção maior ao Estado em função da situação do agravamento da pandemia. “Fizemos um apelo por mais vacinas, no sentido de amenizarmos a situação que lá se encontra. O importante é continuarmos unidos trabalhando por Mato Grosso do Sul”, afirmou.

 

A senadora Simone Tebet pontua que saiu otimista da reunião, pois o ministro Marcelo Queiroga sabe que a situação do Estado é grave. “Ele se colocou à disposição e assumiu o compromisso de liberar mais doses de vacina, não só da Janssen, mas de outras marcas também. O ministro sabe que somos um Estado que faz fronteira com dois países – Bolívia e Paraguai – e, por isso, temos uma população flutuante. Nesse sentido, é preciso incluir no PNI (Programa Nacional de Imunizações) mais doses de vacina para Mato Grosso do Sul”, cobrou.​

PUBLICIDADE