PUBLICIDADE

Mulher é assassinada pelo marido por causa de senha de cartão

Campo Grande News em 25 de Abril de 2021

Divulgação

Local em que Viviane foi assassinada após discussão com o marido, em Sonora

Mais um feminicídio foi registrado em Mato Grosso do Sul. Desta vez, Viviane Oliveira de Jesus, de 36 anos, não resistiu após ser esfaqueada 20 vezes pelo marido, José Leomar Bezerra de Souza, de 40 anos, que foi preso em flagrante, no sábado (24), no município de Sonora.

A briga entre o casal, que terminou na morte da vítima, começou por causa da senha de um cartão. A filha de Viviane, de 12 anos, viu a mãe ser assassinada.

Conforme as investigações, a briga começou dentro de casa e se intensificou após a menina tentar intervir na discussão, pedindo para que o homem parasse de gritar, e ser agredida pelo padrasto. Com isso, Viviane e José, entraram em luta corporal já no quintal.

Após a vítima pegar uma faca para se defender, o marido conseguiu tomar o objeto e a esfaqueou repetidas vezes, fugindo logo depois. O resgate chegou a ser acionado, mas Viviane não resistiu e morreu no local.

Em buscas, a Polícia Civil da cidade conseguiu encontrar José, que estava correndo em via pública com roupa e mãos manchadas de sangue. Sem resistir, ele se entregou e foi preso em flagrante por feminicídio majorado por ter sido praticado em frente à filha da vítima.

A polícia já havia sido acionada para outras ocorrências de violência doméstica, mas os dois continuaram vivendo juntos até o assassinato ocorrer. Até este domingo (25), 10 feminicídios foram registrados em Mato Grosso do Sul durante 2021. 

Com informações de Sidney Assis, de Coxim. 

PUBLICIDADE