PUBLICIDADE

Quadro muda e Ministério receberá 30% da remessa de vacina prevista

Campo Grande News em 19 de Fevereiro de 2021

Divulgação

Ministério da Saúde havia prometido quase 92 mil doses para o Estado, mas deve entregar apenas um terço na próxima semana

O Ministério da Saúde informou que receberá apenas 30% das doses da vacina Coronavac previstas para serem entregues pelo Instituto Butantan em fevereiro. A expectativa do governo era receber 9,3 milhões de doses do imunizante neste mês. A Pasta foi informada, por meio de ofício, que receberá apenas 2,7 milhões de doses do esperado.

"Até o início desta tarde (ontem), nós tínhamos a previsão de 9,3 milhões de doses de vacinas a serem fornecidas pelo Instituto Butantan. Infelizmente, recebemos a notícia de que eles vão nos entregar apenas 30% dessas doses. Serão apenas 2,7 milhões", afirmou o secretário-executivo do Ministério da Saúde, Élcio Franco, em vídeo distribuído pela assessoria de imprensa. 

A notícia chega no momento em que o governo federal tem sido pressionado pela escassez de doses de vacinas, com governadores cobrando agilidade do ministério na compra de vacinas. Nesta quarta-feira, o ministro Eduardo Pazuello esteve reunido com governadores e apresentou um cronograma que prevê a entrega até mesmo de vacinas que ainda não foram contratadas, como a Sputnik, Covaxin e Moderna.

Franco afirma que, diante da remessa menor de doses a serem entregues pelo Butantan neste mês, será preciso rever os grupos prioritários e definir quem poderá ser imunizado, refazendo o planejamento. Será revista a distribuição das doses do imunizante relativas a fevereiro, que já havia sido divulgada aos secretários de Saúde dos Estados e do Distrito Federal.

Frustração

"É uma frustração enorme, trabalhamos e insistimos tanto por essas doses, mas não temos outra saída a não ser aguardar", disse Geraldo Resende, secretário estadual de saúde, após a confirmação de que o Ministério da Saúde não vai cumprir com o prometido sobre a nova remessa de doses das vacinas contra a covid-19.

Com essa redução pra 30%, nós esperamos receber então 30.398 doses em Mato Grosso do Sul, que é 30% das 91.196 doses que receberíamos da Coronavac", explicou Geraldo.

MS também receberá 1.848 doses da vacina fabricada pelo laboratório Astrazeneca, totalizando então, junto com a expectativa de doses da Coronavac, 32.246 doses de imunizantes contra a covid-19.

De acordo com o secretário da SES (Secretaria Estadual de Saúde), a previsão de chegada das doses continua mantida para a próxima terça-feira (23), possibilitando a volta da imunização em MS na quarta-feira (24). 

O secretário ainda afirmou que a SES vai enviar as novas doses para todos os municípios do Estado, de forma proporcional à população de risco para continuar o cronograma que já existe. As doses da Astrazeneca, segundo Geraldo, serão distribuídas para a população ribeirinha e quilombola, que será incorporada ao calendário de vacinação. 

O último lote de vacinas recebidas por Mato Grosso do Sul foi no dia 7 de fevereiro, quando foram entregues 32 mil doses. Ao todo o Estado já recebeu mais de 220 mil doses de imunizantes. 

PUBLICIDADE