PUBLICIDADE

Mulheres de Mato Grosso do Sul são destaque da websérie "Mineração Por Elas"

Da Redação em 19 de Novembro de 2020

Divulgação

Evanielly Heredia trabalha na mina subterrânea de Urucum como Operadora de Equipamentos Móveis

Evanielly Heredia foi a primeira mulher a trabalhar na mina subterrânea de Urucum, em Corumbá. A Operadora de Equipamentos Móveis transporta 30 toneladas de minério por viagem e acredita que as mulheres podem fazer aquilo que tiverem vontade. "Sempre vai existir a primeira, e essa primeira tem que dar força pra todas", ressalta. Daniele Pippus é Supervisora de Saúde e Emergência das operações do Centro-Oeste e lidera uma equipe de 38 empregados.

A história dessas duas mulheres é destaque no 5º episódio da websérie "Mineração por Elas", lançada pela Vale para mostrar que há espaço para as mulheres na mineração, desde a operação em campo até a liderança. Idealizada e produzida por mulheres, a obra contempla seis episódios de vídeos de curta duração que trazem, de maneira mais intimista, narrativas sobre vida pessoal, rotina e trajetória de algumas empregadas da empresa.

Divulgação

Daniele Pippus e outras mulheres que atuam nas operações do Centro-Oeste da Vale

As personagens da série representam histórias de muitas outras mulheres que trabalham na Vale e mostram como tem sido possível - e muito bem-sucedida - a presença feminina em áreas técnicas, operacionais e de gestão de uma das maiores mineradoras do mundo. No ano passado a Vale estabeleceu a meta dobrar sua força de trabalho feminina até 2030, passando de 13% para 26%. Um dos objetivos da websérie, além de valorizar as empregadas que já atuam na empresa, é inspirar ainda mais mulheres a construir carreira na mineração.

Os vídeos ficam disponíveis, junto com informações complementares sobre as personagens e perfis de outras empregadas da empresa, na página Mineração Por Elas, no site da Vale. 

Com informações da assessoria de imprensa. 

PUBLICIDADE