PUBLICIDADE

Dia das Crianças pode movimentar mais de R$ 5 milhões em Corumbá e Ladário, aponta pesquisa

Rosana Nunes em 09 de Outubro de 2020

O Dia das Crianças, celebrado em 12 de outubro, deve movimentar mais de R$ 5 milhões no comércio de Corumbá e Ladário. É o que prevê pesquisa do Instituto de Pesquisa e Desenvolvimento da Fecomércio MS (IPF-MS) e Sebrae MS. Somente em compras, a data pode injetar a quantia de R$ 5.267.981,00 no setor. O levantamento também avaliou gasto estimado em R$ 1.123.438,00 com a possibilidade de comemorações pelo consumidor.

Na região, 44,03% dos consumidores entrevistados disseram que pretendem ir às compras e gastar, em média, R$ 188,30. Aqueles que pretendem trocar o presente da criança por algum tipo de comemoração somam 13,43% dos consumidores de Corumbá e Ladário. Esse grupo estima gastar, o valor médio de R$ 126,25. 

Anderson Gallo/Diário Corumbaense

Brinquedos estão entre as opções preferidas de presente

As compras deverão se concentrar nas lojas físicas (83%), mas há um forte destaque para internet 12% e ao fato de que 17% pedirão a entrega em domicílio. Os consumidores (39%) esperam benefícios para pagamento à vista, 25% vão considerar o atendimento, 24% o parcelamento, 13% as medidas sanitárias e 11% terão como fator preponderante o bairro em que está localizado o estabelecimento.

“Uma vez que o consumidor pretende ir às lojas, é o momento de mostrar a este consumidor, primeiro que o comércio dele é um ambiente seguro tanto para os pais quanto pelas crianças; momento de reduzir o nível dos estoques que ficou parado por bastante tempo; de retomar capital de giro, de essas empresas terem um fôlego para começarem a se preparar para o final do ano e talvez a gente continue a ver um cenário um pouco mais brando, desde que as taxas da pandemia continuem em queda, e tenhamos um cenário mais positivo para os próximos meses”, observa a economista do Sebrae MS, Vanessa Schmidt.

Outro ponto que merece atenção dos empresários, diz Vanessa, é que muitos consumidores pretendem realizar a comemoração em casa. “Isso surge como oportunidade para o setor de serviços de entregas de alimentos, de refeições preparadas, que podem pensar nesta data com pratos mais voltados ao público infantil. O importante é que comunique esse consumidor sobre o que terá de especial e o consumidor estará muito atento aos benefícios para o pagamento à vista, o que mais uma vez reforça a estratégia de formação do capital de giro, vendendo à vista e comprando a prazo para começar a se recuperar do prejuízo dos meses anteriores”.

A pesquisa aplicou – por telefone – 279 questionários em Corumbá e Ladário. O intervalo de confiança é de 95% e margem de erro que varia entre 5% e 6%. Com informações da Fecomércio MS.

PUBLICIDADE