PUBLICIDADE

Mulher é multada em R$ 5 mil por atear fogo em resíduos em Porto Esperança

Leonardo Cabral em 29 de Setembro de 2020

Divulgação/ PMA

Após denuncia, PMA foi até o local e encontrou rastros das queimadas

Denúncia anônima levou à autuação de uma mulher de 48 anos, moradora do Distrito de Porto Esperança, por atear fogo em resíduos com riscos de tornar um grande incêndio no Pantanal. O flagrante foi feito pela equipe da Polícia Militar Ambiental (PMA), na segunda-feira, 28.

A denúncia informava que a mulher provocava incêndio continuamente em resíduos sólidos em sua propriedade, com riscos de perda do controle e de se espalhar devido a proximidade da vegetação nativa.

Uma equipe da PMA, ao chegar no local, verificou diversos amontoados de resíduos, como folhas e lixo doméstico queimados, confirmando a denúncia, embora naquele momento não houvesse o incêndio.

A infratora, residente no Distrito de Porto Esperança, em Corumbá, foi autuada administrativamente e multada em R$ 5.000,00. Além disso, ela também foi orientada a dar a destinação adequada a todos os resíduos gerados em sua propriedade.

Operação Focus

Divulgação/PMA

Moradora recebeu multa de R$ 5 mil

A ação da PMA integra a operação Focus, para prevenção e repressão aos pequenos incêndios provocados pelas pessoas em atividades rotineiras, no intuito de evitar que se torne um grande incêndio florestal, o que é comum neste período seco.

Ao tomar conhecimento disso, a população começou a denunciar pessoas que insistentemente têm continuado a usar o fogo. O telefone para denúncias é o (67) 3907-5461. Com informações da PMA. 

PUBLICIDADE