PUBLICIDADE

Ribeirinhos retornam para casa após força-tarefa impedir avanço de queimadas

Leonardo Cabral em 23 de Setembro de 2020

Divulgação/Bombeiros

Ribeirinhos retornando para suas casas nas "rabetas"

Sete pessoas que vivem na região da Nova Morada da Barra do São Lourenço, distante cerca de 150 km de Corumbá, onde focos de incêndio persistem, já voltaram para suas casas, que podiam ser atingidas pelo fogo. 

Elas foram resgatadas entre a madrugada e manhã de terça-feira (22). Porém, segundo o Corpo de Bombeiros, não houve evolução do incêndio para as áreas de moradia.

Divulgação/Bombeiros

Bombeiros e brigadistas continuam combatendo focos de incêndio

Foram feitos aceiros, que funcionam como barreira de proteção para impedir que as chamas se alastrassem e a medida funcionou. Ainda segundo os bombeiros, hoje o objetivo é a proteção da escola, mas também haverá o monitoramento das famílias que já retornaram para casa.

O tenente bombeiro, Pedro Rocha de Faria, que está à frente da operação na região da Barra do São Lourenço e coordenou as ações de evacuação dos ribeirinhos, salientou que além das equipes que estão no local, reforços de Bombeiros Militar de Mato Grosso do Sul e do Paraná estão a caminho da região. Eles saíram nesta quarta-feira pela manhã do 6° Distrito Naval, em Ladário, a bordo do Navio Patrulha Paraguassu.

PUBLICIDADE