PUBLICIDADE

Morador tem casa apedrejada após denunciar festa com aglomeração em Ladário

Leonardo Cabral em 06 de Setembro de 2020

Mulher de 34 anos foi parar na Delegacia de Polícia Civil de Corumbá por suspeita de incitar grupo de pessoas a apedrejar a casa de um homem de 40 anos, que denunciou uma festa clandestina. O caso aconteceu na rua Marcílio Dias, na cidade de Ladário, por volta das 23h30 de sábado (05).  

De acordo com o boletim de ocorrência, a acusada é mãe do organizador da festa e foi detida em flagrante. A Polícia Militar foi acionada para atender a denúncia do morador; uma equipe da Secretaria de Saúde de Ladário também acompanhou a PM até o local indicado.

Ao chegarem, os pm’s observaram que as pessoas estavam dispersando e que a festa havia acabado. O denunciante e o responsável pelo evento que causava aglomeração, se apresentaram à equipe, momento em que houve um disparo de arma de fogo, próximo ao local.

A equipe da PM foi verificar o que era e enquanto isso, um grupo de pessoas começou um tumulto e jogou pedras na casa do denunciante. Quando os policiais militares retornaram, o grupo fugiu e a mulher, mãe do organizador da festa, foi acusada pelo morador de incitar as pessoas a jogar pedra na casa dele.

Ela foi detida e todos os envolvidos levados para a Delegacia de Polícia Civil de Corumbá, onde foi registrado o boletim de ocorrência 3115/2020 como perturbação de tranquilidade.

Em Ladário, continua em vigor decreto municipal que proíbe festas e eventos que promovam aglomeração. É uma da medidas de prevenção à covid-19. O município já registrou mais de 600 casos positivos da doença e 14 mortes. 

PUBLICIDADE