PUBLICIDADE

Militares da Marinha e Exército fazem operação de descontaminação do Posto Esdras

Leonardo Cabral em 16 de Abril de 2020

Leonardo Cabral/ Diário Corumbaense

Militares iniciaram desinfecção pela sede da Polícia Federal no Posto Esdras

Militares da Marinha e do Exército Brasileiro realizaram, na tarde desta quinta-feira (16), a desinfecção, interna e externa, do Posto de Fiscalização Esdras, localizado na fronteira de Corumbá com a Bolívia. 

A ação tem o objetivo de fortalecer ainda mais as frentes de trabalho no combate e prevenção ao novo coronavírus, já que é através do Esdras, que muitas pessoas cruzam de um país para o outro. Porém, há quase um mês, com o fechamento das fronteiras entre os dois países, apenas podem trafegar caminhões com cargas e pelo menos 1,8 mil brasileiros repatriados da Bolívia, já passaram pelo posto.

O chefe do Estado Maior do Comando do 6º Distrito Naval, capitão de Mar e Guerra (FN) Dória, destacou a ação como uma atividade necessária e preventiva diante das medidas que já estão realizadas em Corumbá para conter a propagação do vírus.

“Estamos fazendo a descontaminação do Posto Fronteiriço, da Polícia Federal e da Receita Federal, através de uma ação do Comando Conjunto Oeste, que é uma força combinada, com tropas da Marinha, Exército e Força Aérea Brasileira. É uma ação planejada, e com o levantamento feito, vimos que é um ponto onde há a necessidade desse trabalho”, falou o capitão Dória.

Leonardo Cabral/ Diário Corumbaense

Capitão de mar e guerra Dória, falou sobre a importância da ação na região de fronteira

Ele ainda destacou que o vírus está em toda parte e que por isso seguindo o planejamento, a ação deve acontecer em mais pontos tanto da cidade, como em outros locais de Mato Grosso do Sul e também no Mato Grosso.

“Por isso é que estamos realizando esse trabalho, pois sabemos que essa área registra grande trânsito de pessoas e de veículos. É mais um trabalho de medida protetiva e de apoio aos órgãos de Segurança e de Saúde Pública engajados nesse combate”, completou reforçando que nos últimos dias, esse 'portão de entrada' para o território nacional recebeu brasileiros que foram repatriados da Bolívia. “Por conta disso, essa ação pode acontecer em outros pontos planejados, que serão feitos sucessivamente conforme venha a aparecer”, afirmou.

Leonardo Cabral/ Diário Corumbaense

Ao todo, 30 militares participaram da ação no Esdras

Ao todo, 30 homens, pertencentes às duas instituições militares estiveram envolvidos no trabalho, que teve início pelo prédio da Polícia Federal e depois foi para o da Receita Federal. O pátio da Receita também passou pela desinfecção.

Os militares pertencem ao Grupamento Operativo de Defesa Nuclear, Biológica, Química e Radiológica (GptOpDefNBQR) e utilizaram produtos como hipoclorito, álcool 70%, álcool isopropílico, para equipamentos eletrônicos, além de detergente neutro. O trabalho teve duração de aproximadamente 02h30.

Casos confirmados e mortes

Em Mato Grosso do Sul, o coronavírus já provocou a morte de cinco pessoas e são 131 casos confirmados da doença até estta quinta-feira. Em Corumbá, um caso deu positivo, até agora. O paciente, de 48 anos, teve alta no último sábado (11). Do lado boliviano da fronteira, na Província de German Busch, que reúne as cidades de Puerto Quijarro e Puerto Suárez, ainda não há registro de caso confirmado. 

PUBLICIDADE