PUBLICIDADE

Governador deve decretar estado de calamidade em MS

Fonte: Campo Grande News em 19 de Março de 2020

O governador Reinaldo Azambuja (PSDB) deve decretar, ainda hoje, estado de calamidade pública em Mato Grosso do Sul devido ao avanço do novo coronavírus (Covid-19). Azambuja faz reuniões com a cúpula do governo para analisar as leis.

Reinaldo estuda, com sua assessoria, leis que regem a calamidade pública para ter amparo legal nas medidas que pretende tomar. A ideia, segundo secretários que estão sendo consultados, é garantir todos os recursos para combater o vírus, antes que ele se espalhe sem condições de controle.

Com o decreto, Mato Grosso do Sul fica dispensado de cumprir metas de resultados fiscais e pode solicitar recursos emergenciais.

O governador já tomou uma série de medidas preventivas para redução de pessoal: concessão de férias aos servidores (menos da Saúde e Bombeiros), revezamento de turnos, restrições do atendimento presencial ao público, sendo substituído por contato por meio do telefone ou virtual.

O primeiro grupo de risco identificado pela SES (Secretaria Estadual de Saúde) para afastamento e home office (trabalho em casa) foi de idosos com mais de 60 anos e portadores de doenças crônicas, que apresentam maior número de casos graves. 

PUBLICIDADE