PUBLICIDADE

Convênio com o Estado e UEMS garante vinda de médicos estagiários para Corumbá

Fonte: Assessoria de Comunicação da PMC em 07 de Fevereiro de 2020

Divulgação

Prefeito Marcelo e governador Reinaldo, durante assinatura de convênio

O prefeito Marcelo Iunes assinou na quinta-feira, 06 de fevereiro, convênio com o Governo do Estado e a Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul (UEMS) que insere Corumbá no plano de fortalecimento dos cursos de Medicina e de pós-graduação stricto sensu da UEMS.

“A importância desse convênio com o Estado é que agora a cidade passa a ser um Pólo de Ensino em Saúde, auxiliando os futuros médicos, que terão oportunidade de conhecer diversos cenários da Rede de Saúde. São profissionais que poderão estagiar nas áreas das Estratégias de Saúde da Família, ambulatório de especialidades, setor de urgência e emergência, como também na área hospitalar”, explicou o chefe do Executivo municipal.

Marcelo Iunes agradeceu ao governador Reinaldo Azambuja por mais esse benefício para a população corumbaense e ao reitor da Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul, Laércio Alves de Carvalho, pela inclusão da região nesse projeto. “Nossa cidade recebe esse projeto com o intuito de fortalecer ainda mais a Rede de Saúde do Município, pois contamos com profissionais de alto gabarito e que podem contribuir na formação do processo de ensino em saúde. No próximo passo, iremos conversar com o nosso corpo clínico e o secretário de Saúde, Rogério Leite, para darmos a efetivação do estágio”, reforçou Marcelo Iunes.

Os termos de cooperação foram firmados com 25 municípios para a realização do internato regional para acadêmicos do sexto ano de Medicina, ou seja, para o estágio curricular supervisionado obrigatório. As atividades serão realizadas em unidades de saúde administradas pelos municípios e vinculadas ao Sistema Único de Saúde (SUS).

Além de Corumbá, as cidades para os estágios são Amambai, Anastácio, Anaurilândia, Aquidauana, Aral Moreira, Bela Vista, Bodoquena, Bonito, Caarapó, Cassilândia, Corguinho, Dois Irmãos do Buriti, Inocência, Itaporã, Jaraguari, Jateí, Juti, Mundo Novo, Nioaque, Rio Negro, Rio Verde de Mato Grosso, Rochedo, Selvíria e Vicentina.

Cada uma delas vai fornecer, no mínimo, duas vagas de estágio por mês e os alunos vão receber auxílio de R$ 800 mensais, além de hospedagem e alimentação. O estágio terá duração de dois meses, período em que serão desenvolvidas atividades da Atenção Básica de Saúde – como consulta médica sob supervisão, visitas domiciliares e planejamento de ações de saúde.

PUBLICIDADE