PUBLICIDADE

Com novo delegado chefe, PF de Corumbá dobra capacidade de atendimento do controle migratório na fronteira

Leonardo Cabral em 06 de Dezembro de 2019

Anderson Gallo/Diário Corumbaense

PF entregou reforma e ampliação do setor migratório na região de fronteira

Já com o novo chefe da Delegacia de Polícia Federal em Corumbá, Alan Wagner Nascimento Givigi, a PF inaugurou, nesta sexta-feira, 06 de dezembro, a reforma e ampliação do Posto de Controle Migratório Terrestre, localizado no Posto Esdras, da Receita Federal, na fronteira com a Bolívia. O evento contou com a presença do superintendente regional da Polícia Federal em Mato Grosso do Sul, Cléo Mazzotti.

Ainda participaram do ato, o presidente do Tribunal de Justiça do Estado, desembargador Paschoal Carmello Leandro; prefeito de Corumbá, Marcelo Iunes; deputado estadual Evander Vendramini; presidente da Câmara, Roberto Façanha; o secretário de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar, Jaime Elias Verruck, entre outras autoridades da região pantaneira.

Com a reforma e ampliação, a capacidade de atendimento do Posto Migratório mais que dobrará, garantindo maior fluidez nos atendimentos de entrada e saída do Brasil por Corumbá. O local ganhou novos pontos de atendimento, de três, agora o setor contará com sete guichês de atendimento climatizados.

Anderson Gallo/Diário Corumbaense

Superintendente Regional da PF em MS, Cléo Mazzotti, participou de solenidade

“Estamos entregando a reforma durante os meses de maior movimento (dezembro, janeiro e fevereiro). O efetivo da Delegacia de Corumbá será reforçado temporariamente com policiais e servidores administrativos. Essa reforma e ampliação sempre foi uma preocupação minha. Estou há cinco anos no Estado e agora que assumi como superintendente, carreguei como prioridade máxima esse trabalho aqui na fronteira de Corumbá, já que entendo que não é possível que pessoas passem a noite na fila ao querer entra ou sair do  Brasil. Nós fizemos a obra que vai dobrar a capacidade de atendimento, vamos reforçar em períodos nevrálgicos com policiais do Estado e outras regiões, mas, é obvio que terá fila, mas não vai ter mais pessoas passando a noite na fila”, explicou superintendente Cléo Mazzotti. “Vamos buscar tratar e fazer um atendimento melhor, já que além disso, a estrutura para os policiais é melhor. Encaro de fato, a entrega dessa obra como prioridade da Superintendência que foi cumprida neste ano”, completou ao Diário Corumbaense.

O prefeito Marcelo Iunes, parabenizou o trabalho da Polícia Federal e disse que de fato, a nova estrutura vai acabar com um problema antigo, das filas quilométricas formadas no local. “Vemos aqui uma estrutura boa, cômoda, para receber os turistas e a própria população da nossa cidade que viaja para o país vizinho. Aqui, os usuários terão condições mais ágeis para seguir viagem e isso vem contribuir, já que com mais turistas e um bom trabalho, significa mais incremento em nossa economia local e a estrutura é essencial”, destacou.

Anderson Gallo/Diário Corumbaense

Com novos guichês, já em funcionamento, as pessoas poderão ser atendidas mais rapidamente

Elogiando o trabalho feito pela PF na região de fronteira, o secretário de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar, Jaime Elias Verruck, destacou a importância do posto com relação ao setor turístico e também econômico de MS.

“Quando temos melhor estrutura, acabamos atraindo mais turistas. Sempre ligava para o Mazzotti, mais precisamente aos finais de semana, quando as empresas de turismo me ligavam para dizer que estavam paradas aqui por conta do atendimento migratório. Mas agora com essa ampliação, tenho a certeza que o serviço vai melhorar. O Brasil atualmente é um grande importador do país vizinho, só para o próximo ano, a nossa estimativa é que passe por aqui cerca de 1 milhão de tonelada de ureia, imagina isso transformado em caminhões e pessoas que cruzam a fronteira, onde muitas vezes precisam utilizar esses serviços migratórios. Por isso é importante termos uma boa estrutura”, explanou Verruck.

A obra teve início em agosto deste ano e foi orçada em mais de R$ 200.000,00. O novo local foi cedido pela Receita Federal.

Novo chefe da PF em Corumbá

A Polícia Federal conta com o novo delegado chefe na região pantaneira. Alan Wagner Nascimento Givigi, que estava lotado em Campo Grande, agora é o titular da Delegacia de Corumbá. 

O superintendente regional da PF, Cléo Mazzotti, destacou a experiência do novo delegado e frisou que o trabalho de seu antecessor, delegado Sérgio Macedo, foi muito bem conduzido.   

“É um delegado que tem experiência, foi chefe da nossa Delegacia de Combate ao Crime de Patrimônio, é um delegado que tem força, interesse e condição de conduzir a Delegacia de Corumbá, que por sinal, estava sendo muito bem chefiada pelo delegado Macedo, o qual precisarei dele na Capital, pela larga experiência que tem”, disse Mazzoti.

Ele ainda ressaltou que o delegado Alan vem com "sangue novo, com vontade, ele não foi designado, veio por vontade própria para dar sequência ao trabalho. Aqui vamos continuar trabalhando em melhorias de infraestrutura na Delegacia, melhoria para o nosso Núcleo de Policia Marítima e vamos procurar incrementar as ações de investigação  na região de Corumbá. Como superintendente vejo Corumbá como fundamental. A população pode entender que a PF olha para cá com muita atenção e cuidado. Vamos trabalhar na logística administrativa, quanto na parte de investigação”, acrescentou.

Anderson Gallo/Diário Corumbaense

Novo chefe da Delegacia da PF de Corumbá, Alan Givigi, afirmou que trabalho vai focar tráfico de drogas e desvio de recursos públicos

Já o novo delegado disse que a Delegacia de Corumbá é estratégica pela localização na fronteira com a Bolívia e deve atuar em duas frentes principais. 

“Sei da importância da Delegacia aqui na cidade. Vamos aprofundar a atividade investigativa e temos que combater em duas frentes: o tráfico de drogas e o desvio de recursos públicos, prioridades da Polícia Federal de Corumbá mais especificamente”, afirmou o delegado Alan Wagner Nascimento Givigi.

Visando o incremento da atuação da Polícia Federal em Corumbá, a Delegacia recebeu reforço de efetivo. Foram incluídos permanentemente em seus quadros mais três delegados, três escrivães e três agentes. 

PUBLICIDADE