PUBLICIDADE

Novas regras regulamentam o ensino no IFMS; documento passa a valer em 1º de janeiro

Da Redação com assessoria de imprensa em 20 de Novembro de 2019

O novo Regulamento da Organização Didático-Pedagógica do Instituto Federal de Mato Grosso do Sul (IFMS) traz uma série de mudanças que irão impactar diretamente na rotina dos estudantes da instituição. O ROD, como é conhecido, foi publicado no Boletim de Serviço nº 62, de 14 de novembro de 2019, mas entrará em vigor a partir de 1º de janeiro de 2020.

O Regulamento é o documento que rege o ensino nos cursos técnicos de nível médio, graduação e qualificação profissional oferecidos pelo IFMS. A nova versão foi construída após um longo de processo de discussão, contando com a contribuição de estudantes e servidores.

O novo ROD unifica em um só documento o conteúdo de outros dez regulamentos que tratavam da organização dos cursos ofertados em diferentes modalidades de ensino, atividades complementares na graduação, regime especial de dependência, trabalhos de conclusão de curso e exercício domiciliar.

Entre os assuntos tratados no documento estão os cursos ofertados (qualificação profissional, técnico integrado, técnico concomitante, técnico subsequente, especialização técnica e graduação), atendimento ao estudante com necessidades específicas, regime de ensino, rendimento escolar e gestão acadêmica.

A ideia de concentrar os regulamentos em só documento surgiu em 2016. No ano seguinte, o novo Regulamento passou a ser elaborado com a contribuição das equipes pedagógicas dos campi. Uma consulta pública foi realizada entre abril e maio deste ano, sendo registradas 122 contribuições, entre alterações, inserções ou supressões ao texto proposto.

As contribuições foram analisadas pela Pró-Reitoria de Ensino (Proen) e pelo Conselho de Ensino, Pesquisa e Extensão (Coepe). “A formulação foi coletiva, buscamos sugestões nos campi para reorganizar os regulamentos em um único documento”, explica a diretora de Graduação, Giane da Silva, que fez parte da comissão de elaboração do novo ROD.

O resultado foi a construção de um único regulamento para todo o ensino no âmbito do IFMS, algo que ocorre pela primeira vez na instituição. “Foi um processo participativo, democrático e denso, que envolveu ouvir servidores e estudantes de todos os cursos. Isso permitiu a criação de um regulamento para toda a instituição. Ele poderá ser consultado em qualquer situação, facilitando a busca por repostas”, ressalta Giane.

Mudanças

O novo Regulamento apresenta algumas mudanças que trazem impacto direto na vida dos estudantes do IFMS. Entre as principais estão:

  • a média de aprovação passa de 7,0 para 6,0, em todos os cursos abrangidos pelo novo Regulamento;
  • o Exame Suficiência não possui mais limite de unidade curriculares por semestre (antes eram três), e a nota a ser obtida para aprovação passa de 8,0 para 6,0;
  • o regime dos cursos técnicos integrados passa a ser seriado com semestralidade, surgindo a figura das séries (1ª, 2ª e 3ª), o estudante só poderá ficar retido de uma série para outra;
  • o trabalho de conclusão dos cursos técnicos integrados poderá abarcar conhecimentos das disciplinas básicas do ensino médio (núcleo comum). 
PUBLICIDADE