PUBLICIDADE

Operação da PF em Ladário apura fraudes na concessão do Bolsa Família

Rosana Nunes em 12 de Novembro de 2019

Anderson Gallo/Diário Corumbaense

Cerca de 30 policiais federais cumprem mandados de busca e apreensão em Ladário

A Polícia Federal deflagrou em Ladário, cidade vizinha a Corumbá, nesta terça-feira (12), a operação Sodalitia, que investiga suspeitas de fraudes no recebimento de benefícios do programa Bolsa Família. As irregularidades detectadas envolveriam o não-preenchimento dos requisitos necessários para ter direito ao recebimento do benefício assistencial pelo Governo Federal, devido à falta de fiscalização da situação socioeconômica dos requerentes, que deveria ser feita pela Prefeitura da cidade.

Segundo a PF, durante as investigações indícios apontaram que o benefício teria sido concedido amplamente, ou seja, a qualquer pessoa que declarasse, por conta própria, preencher os requisitos do programa. Não havia verificação da veracidade das informações prestadas e também não teriam sido realizadas devidamente as inspeções posteriores nas residências, através de visitas e entrevistas por parte da Secretaria Municipal de Assistência Social junto aos beneficiários do programa.

Divulgação/PF

Documentos estão sendo recolhidos para perícia

Essa situação teria permitido que o benefício fosse concedido e continuado o pagamento para pessoas que, na realidade, não teriam direito ao Bolsa Família, o qual é destinado exclusivamente a famílias em situação de pobreza ou de extrema pobreza.

Na operação de hoje, a PF está cumprindo três mandados de busca e apreensão expedidos pelo Juízo da Vara Federal de Corumbá, na Secretaria Municipal de Assistência Social; no CRAS – Centro de Referência de Assistência Social e no CREAS – Centro de Referência Especializada em Assistência Social, de Ladário, em busca de provas que comprovem a fraude. Trinta policiais federais participam da ação. 

A Polícia Federal reforça que a operação não acarretará na suspensão do Bolsa Família ou de qualquer benefício ou serviço prestado pelo Município de Ladário.  

Nome da operação

O nome remete aos primórdios da assistência social no mundo, quando, na Roma Antiga, havia os Sodalitia, que eram espécies de associações (collegia) que cuidavam da assistência dos idosos, doentes e pobres.

Com informações da assessoria de comunicação da PF/MS.
PUBLICIDADE