PUBLICIDADE

Bombeiros combatem fogo em terrenos baldios que acumulam lixo e vegetação seca

Leonardo Cabral em 26 de Junho de 2019

Divulgação/3ºGBM

Bombeiros no combate a incêndio em terreno baldio às margens da BR-262

Durante o plantão das últimas 24h, o Corpo de Bombeiros Militar registrou cinco focos de incêndio em terrenos baldios em bairros de Corumbá e Ladário. A vegetação seca e o acúmulo de lixo, em todos os casos, foram os responsáveis pelas chamas. O que chamou a atenção da guarnição foi incêndio em uma área localizada próximo ao Conjunto Flamboyant, parte alta de Corumbá. A equipe esteve no local duas vezes num intervalo de tempo de 02h.

O primeiro registro nesta localidade foi às 10h. A equipe de combate ao fogo realizou a extinção dos focos com 1.500 litros de água, abafadores e bombas costais. Conforme a guarnição, existe muito lixo doméstico acumulado e, por falta de conscientização, os próprios moradores colocam fogo nesse material. As chamas se espalham, colocando em risco as pessoas que vivem próximas à área.

Duas horas depois, os bombeiros foram acionados novamente para ir ao mesmo local. Desta vez, o fogo atingia o lado oposto de onde aconteceu o incêndio na parte da manhã. Novamente grande acúmulo de lixo, restos de árvores e até moveis descartados, estavam sendo atingidos pelas chamas, que avançavam para uma área de cobertura vegetal e também às margens da BR-262. Foram gastos 500 litros de água nessa segunda ocorrência.

Esses incêndios poderiam ser evitados se os moradores se conscientizassem sobre o descarte correto desses resíduos. Nesse período de inverno, três fatores contribuem para o aumento das queimadas: baixa umidade do ar, vegetação seca e fortes ventos, por isso é importante que o lixo seja acondicionado de forma correta e não descartado em terrenos baldios. Segundo a assessoria de comunicação do 3º Grupamento, ontem também foram registrados e realizados combates a focos de incêndio nos bairros Guarani e Aeroporto em Corumbá, e no bairro Almirante Tamandaré, conhecido como Cohab, em Ladário.

PUBLICIDADE