PUBLICIDADE

Em Ladário, operação prendeu seis e estourou duas "bocas de pó"

Rosana Nunes em 02 de Junho de 2019

Divulgação/Polícia Civil de Ladário

Sexteto preso durante ação conjunta das Polícias Civil e Militar

Em Ladário, cidade vizinha a Corumbá, a Operação Ariranha, deflagrada no sábado, 1º de junho, prendeu seis pessoas por tráfico de drogas. O trabalho integrado das Polícias Civil e Militar, percorreu diversos pontos para cumprir mandados de prisão e repressão ao tráfico de drogas.

Em um desses pontos, na rua Riachuelo, ao lado de uma creche, quatro indivíduos em atitude suspeita e empurrando uma motocicleta, que estava em posse de Lucas Nogales Estigarribia, de 19 anos. O quarteto foi abordado e com Leandro Delgado Veiga, de 24 anos, foram encontradas três trouxinhas de cocaína e com Jeovani Francelino de Feitas, 27, a quantia de 30 reais, dinheiro da venda de droga.


O quarto suspeito, identificado como João Vítor Lopes Mendes, 19, o Carequinha, tentou fugir, mas foi detido. A Polícia ainda apreendeu no local da abordagem, próximo a moto, 51 trouxinhas de cocaína, totalizando 16 gramas da droga. Dando continuidade às buscas, a força tarefa foi até a casa de “Carequinha” e encontrou na cozinha, vários petrechos usados no preparo de entorpecente como três peneiras, uma colher, papel filme e sacos plásticos.


Já na residência de Jeovani, havia uma munição deflagrada calibre 32 e uma outra moto, de cor preta, que segundo o próprio suspeito, era usada para fazer distribuição de entorpecente.  Contra Jeovani existem várias denúncias por tráfico de drogas e ele vinha sendo monitorado pela equipe de investigação da Polícia ladarense.


Divulgação/Polícia Civil de Ladário

Droga, dinheiro e celulares apreendidos na duas bocas

Mas foi “Carequinha” quem contou como o quarteto agia. Jeovani e Leandro iam à casa dele preparar a droga em troca de algumas “paradinhas” para sua comercialização. Depois, Lucas Nogales era acionado para distribuir o entorpecente por diversas “biqueiras”, como também são conhecidos os pontos de venda de drogas, usando a moto.


Os quatro foram presos e levados para a delegacia junto com as motocicletas, droga e aparelhos celulares apreendidos.


Outra boca de pó


O segundo ponto monitorado e estourado pelas equipes policiais foi a boca de fumo dos irmãos Rodrigo (21) e Rodney de Paula Oliveira (19), na rua Felipe Aurora Aranda, no bairro Seac, já na madrugada deste domingo (02).


Policiais Civis perceberam a presença de indivíduos nas proximidades da “boca de fumo” e abordaram  dois adolescentes que tinham acabado de sair do local. Com um deles, foi apreendida uma porção de maconha, comprada na boca dos irmãos pelo valor de cinco reais.


Diante do flagrante, a Polícia entrou na casa e imediatamente, Rodney tentou fugir e jogou uma bolsa no terreno vizinho. O acessório continha 40  trouxinhas cocaína, pesando aproximadamente 13,5 gramas, e 13 porções de maconha pesando 15,5 gramas, além de várias sacolas plásticas coloridas, dois celulares, uma tesoura, a quantia de R$ 92,00 (noventa e dois reais) em cédulas miúdas.


Rodrigo e Rodney foram presos por tráfico de drogas. No dia 10 de janeiro deste ano, eles também foram parar na cadeia pelo mesmo crime.


PUBLICIDADE