PUBLICIDADE

Atletas de Corumbá são selecionados para avaliação na categoria de base do Flamengo

Leonardo Cabral em 21 de Maio de 2019

Anderson Gallo/Diário Corumbaense

Filipe e "Ronaldinho" dizem estar iniciando sonho de se tornarem jogadores profissionais

Dez e nove anos e com nomes de grandes jogadores. Essa é a idade de Filipe Gabriel Balejo de Godoy e Alysson Silvino, mais conhecido como “Ronaldinho”, que desde cedo sonham em trilhar os passos no mundo da bola. Um sonho, que apesar de ser difícil, começa a ser “desenhado” pelos pés dessas novas promessas do futebol pantaneiro.

Tudo isso é porque os dois passaram na primeira fase da Avaliação Técnica do Flamengo, um dos principais clubes de futebol brasileiro e que tem a maior torcida do país.

Os pequenos “gigantes”, que fazem parte do projeto “Pé na Bola”, foram selecionados após um teste na cidade de Bonito, juntamente com mais um menino. A equipe avaliadora passou por oito cidades de Mato Grosso do Sul, com a responsabilidade de selecionar os futuros craques de bola do Estado. Apenas 11 foram aprovados de 1.300 participantes.

Todo orgulhoso dos atletas, o técnico profissional da área de educação física, Rubens César Balejo, o “Balejinho”, responsável também pelo “Pé Na Bola”, diz que depois da notícia da aprovação dos dois atletas, a corrida agora é contra o tempo para conseguir patrocínio e levar os garotos até o Clube Trieste, na cidade de Curitiba, no Paraná.

“Eles se destacaram na avaliação, chamando a atenção do avaliador do Flamengo. O Filipe por ser ambidestro e o Ronaldinho, por bater em cima, habilidades eles têm”, disse Balejinho revelando que os dois atletas passarão cinco dias em Curitiba, com tudo pago pelo clube, porém, é necessário conseguir as passagens e recursos para que ele e um responsável dos dois garotos consigam se manter durante os dias dos testes, entre 10 e 15 de junho. “Pretendemos sair de Corumbá no dia 08 de junho, para que eles cheguem com tranquilidade e possam mostrar de fato um bom trabalho”, afirmou ao Diário Corumbaense.

Anderson Gallo/Diário Corumbaense

Filipe, de 10 anos, chamou a atenção dos avaliadores por ser ambidestro

Totalmente focados, Filipe e “Ronaldinho” se dedicam de forma intensa nos treinamentos, já que faltam apenas alguns dias para o embarque rumo a Curitiba, iniciando quem sabe, uma nova etapa em suas vidas. “É um sonho. Gosto muito de futebol e desde pequeno carrego comigo essa vontade de ser jogador de futebol e agora vamos poder mostrar o que sabemos para eles lá em Curitiba e espero que possamos passar mais uma vez de fase”, falou Filipe.

Um pouco mais nervoso, porém, com pensamentos no futuro, “Ronaldinho” disse que para ele, é sim, um começo de uma nova história.

Anderson Gallo/Diário Corumbaense

Com nome de craque, "Ronaldinho" revelou que sonho de ser jogador de futebol é para ajudar a família

“É um sonho estar lá e poder mostrar meu melhor, pois quero ser jogador de futebol para ajudar a minha família, minha mãe”, diz o pequeno atleta que até tem um pouco da aparência do Ronaldinho Gaúcho, um dos grandes craques do futebol brasileiro, hoje aposentado. “Quer ir para aprender cada vez mais e poder jogar profissionalmente”, completou o garoto que está cursando o 4º ano e o Filipe no 5° ano, ambos ensino fundamental.

Sem conter a felicidade, a mãe de Ronaldinho, Laura Helena Silvino Canavarro, revelou que desde criança, o filho já demonstrava habilidade com a bola, e apesar da pouca idade, sempre irá apoiá-lo.

Anderson Gallo/Diário Corumbaense

Familiares acompanham treinamentos para a 2ª fase da avaliação técnica; à direita, o técnico Balejinho

“Se meu filho está feliz, eu também fico. Quando o Balejo me ligou dizendo que ele tinha sido selecionado, meu peito explodiu de alegria. Sei que isso é importante pra ele e eu dou todo apoio, claro que, nunca se esquecendo do principal, a escola. Cobro isso dele e ele sabe da responsabilidade mesmo o futebol sendo sua maior paixão. Para vê-lo feliz, faço o que for preciso”, declarou Laura já pensando na possibilidade de o filho ser selecionado. “O coração fica apertado, a gente fica preocupada, mas faz de tudo”, mencionou também se referindo aos gastos que terá com a ida dela e Ronaldinho para Curitiba.

Já o padrinho do Filipe, Cristiano Assef, que o acompanha quando pode, falou da felicidade em ver o afilhado começar a trilhar o cominho da bola. “Fui jogador profissional e comecei como ele, agora é ele quem está começando a traçar os passos e espero que dê muito certo”, disse.

Quem quiser ajudar a custear a viagem para Curitiba, pode entrar em contato pelo telefone (67) 99608-8911 e falar com o técnico Balejinho. 

Pé na Bola

O projeto Pé na Bola, criado pelo “Balejinho” atende atualmente cerca de 70 crianças e adolescentes de 7 a 18 anos de idade. As aulas de fundamentos de futebol, de forma gratuita, acontecem no campo de futebol do Roseiral, localizado no bairro Dom Bosco.

Para participar, a única exigência é que a criança ou adolescente esteja estudando e tenha boas notas. Balejinho é um dos principais treinadores de futebol em Corumbá e também responsável em revelar atletas que já integraram a equipe principal do Corumbaense e de outras equipes do Estado, país e até mesmo fora do Brasil.

PUBLICIDADE