PUBLICIDADE

Apesar da derrota na estreia, técnico destaca força do elenco do Corumbaense

Leonardo Cabral em 22 de Janeiro de 2019

Divulgação/Corumbaense

Carijó da Avenida perdeu por 2x0 na estreia para o Operário

Após derrota logo na estreia do Campeonato Estadual 2019, para o Operário, pelo placar de 2x0, na tarde de domingo (20), o Corumbaense Futebol Clube já se prepara para o segundo jogo na competição. Será contra o Águia Negra, no próximo dia 27.

Sobre a derrota, o técnico Humberto de Oliveira, disse que avalia a partida com muitos erros e que isso não pode voltar a acontecer. “Apesar dos erros, é natural que a equipe tenha algumas oscilações, ainda mais se tratando de uma estreia em campeonato. O que ficou evidente é que nosso time oscilou no que se refere ao padrão tático, ofensivamente e defensivamente”, disse Zé Humberto ao Diário Corumbaense.

Ele também lembra que o jogo não seria fácil, até porque, o Operário é o atual campeão do Estadual. "Jogamos contra uma equipe muito boa taticamente que com certeza vai brigar pelo título novamente”, completou.

Lesões

Na partida de domingo (20) o Carijó da Avenida entrou desfalcado em campo. Isso se deve por conta das lesões sofridas por alguns atletas, fundamentais em campo, para ajudar a equipe. De acordo com o técnico Zé Humberto, o Galo Pantaneiro deixou de contar com três peças fundamentais: o zagueiro Cleber, o atacante Willian e o meia de campo, Juninho.

“Claro que não podemos relacionar a primeira derrota com a falta desses atletas, porém eles poderiam ajudar em campo. Temos um elenco forte e competitivo para essa temporada e contar com elenco reduzido, isso faz muita falta, seria mais favorável na hora do jogo”, enfatizou o professor.

“Peço compreensão nesse início de trabalho, mais uma vez, tenho a certeza que temos um elenco competitivo e de boa qualidade que vai melhorar sua rentabilidade, fazendo um bom jogo no próximo domingo”, afirmou o técnico.

Segundo jogo fora de casa

Sobre o jogo que o Galo Pantaneiro faria nesta quarta-feira (23), que marcaria o reencontro com a torcida no Arthur Marinho, Zé Humberto disse que seria fundamental para a sequência do campeonato. “Não cabe a mim a decisão, mas com certeza quebra a sequência de jogos em casa e também o ritmo dos jogadores. Uma partida que seria nesta quarta-feira (23) passa para o dia 13 de fevereiro dando um intervalo de uma semana. O bom é o treinamento que será intenso”, finalizou Zé Humberto.

A mudança ocorreu devido a apresentação de laudos de prevenção contra incêndio e pânico; sanitários e de segurança do estádio corumbaense. Mas, de acordo com o clube, tudo o que foi exigido pela FFMS já foi cumprido. 

Situação na primeira rodada

O Águia Negra aparece como líder da tabela, com 3 pontos e saldo positivo de quatro gols. Em segundo lugar, estão o Comercial e Operário, ambos com três pontos e com saldo positivo de dois gols, logo atrás está o Aquidauanense, União ABC e Urso, também com três pontos.

Sem marcar pontos estão: Operário de Dourados; Costa Rica-MS; Novo; Serc; Sete de Dourados. Corumbaense ocupa a 10° colocação na tabela, com saldo negativo de dois gols.

Quatro equipes caem este ano para a Serie B. 

Comentários:

Hélio Fernando B. da Silva: A diretoria do corumbaense precisa se profissionalizar, como que deixa o estádio interditado devido a laudo, iremos jogar novamente fora será a segunda derrota consecutiva o time não está bem, a diretoria não pode deixar as contratações exclusivamente na mão do técnico, volto a repetir tem que se profissionalizar.

PUBLICIDADE