PUBLICIDADE

Com problemas psiquiátricos, mãe que ateou fogo nos filhos é liberada

Campo Grande News em 11 de Janeiro de 2022

Divulgação

Caso é investigado na delegacia de Polícia Civil de Sidrolândia

A Polícia Civil de Sidrolândia – cidade a 71 quilômetros de Campo Grande – aguarda laudos de corpo de delito dos irmãos, de 11 e 20 anos, que foram queimados pela própria mãe para definir por qual crime a mulher irá responder. A suspeita sofre de problemas psiquiátricos e por isso foi liberada da prisão em flagrante.

O caso ocorreu na noite deste domingo (09), no bairro Jardim do Sul. Em um surto, a mulher jogou gasolina nos dois filhos e depois colocou fogo nas vítimas.

A criança mais nova teve 12% do corpo queimado. Ela está internada da Santa Casa de Campo Grande sob cuidados do Serviço de Cirurgia Plástica no Centro de Tratamento de Queimaduras, sem previsão de cirurgia. O irmão está no mesmo setor e ambos recebem acompanhamento psicológico.

Segundo a delegada Thais Duarte Miranda, será necessário o laudo para entender a gravidade dos ferimentos e assim definir por qual tipo de crime a mulher irá responder especificamente. Ela chegou a ser levada para delegacia no dia o crime, mas não ficou detida porque várias testemunhas confirmaram que sofria de transtornos psiquiátricos.

Conforme o depoimento do pai das crianças, a mulher sofre de transtorno bipolar afetivo. Durante o surto em que ateou fogo nos filhos, a mulher também sofreu queimaduras no tórax, braços e pernas. Por isso foi internada no hospital da cidade para ser medicada.

Outras testemunhas do caso serão ouvidas pela delegada nos próximos dias.

PUBLICIDADE