PUBLICIDADE

Moto roubada em Ladário é encontrada abandonada na Bolívia

Leonardo Cabral em 20 de Agosto de 2021

Diário Corumbaense

Moto encontrada abandonada em Puerto Quijarro

Motocicleta Honda Biz 125, pertencente a uma mulher de 35 anos, que foi roubada por dois homens armados, no bairro Mangueiral, em Ladário, por volta das 20h, de quarta-feira, 18 de agosto, foi recuperada por policiais da Direção de Investigação e Prevenção ao Roubo de Veículos (Diprove), na tarde de ontem (19), na Bolívia. O veículo estava abandonado em uma via próximo ao terminal rodoviário de Puerto Quijarro, cidade que faz fronteira com Corumbá.

Conforme o boletim de ocorrência da Polícia da Bolívia, a vítima, após registrar o roubo na Polícia Civil de Corumbá, foi até a Diprove, em Puerto Suárez, para informar sobre o fato.

Após os relatos da mulher, os policiais iniciaram buscas pela motocicleta, fazendo uma varredura pelas cidades de Puerto Suarez, Puerto Quijarro, Arroyo Concepción, Yacuces e Mutún. A motocicleta foi encontrada abandonada, por volta das 16h, desta quinta-feira, em Quijarro.

Foi conferido o número do chassis e verificado que o veículo estava sem placa e com a chave na ignição. A proprietária foi avisada e a motocicleta será devolvida após os procedimentos legais.

O caso

A vítima, que trabalha como vendedora de joias, foi fazer uma cobrança na casa de uma devedora, mas não sabia exatamente onde era o endereço e, por isso, no bairro Mangueiral, em Ladário, resolveu parar para pedir informação, quando então, foi abordada pelos dois indivíduos que também estavam de moto.

O passageiro desceu da moto e apontou um revólver em sua direção, exigindo que ela entregasse a motocicleta. Ela obedeceu o bandido, que pegou a motocicleta funcionando e ao subir ainda escorregou, mas não caiu e saiu rumo ao bairro Padre Ernesto Sassida.

A mulher ainda mencionou em registro policial que o indivíduo que a abordou era branco, estatura mediana, usava camiseta e bermuda. O outro que estava na motocicleta 125cc, era magro, mas não conseguiu ver direito o rosto dos autores devido ao nervosismo. Ainda afirma que pediu ajuda a testemunhas, três rapazes, que perseguiram os ladrões, mas acabaram perdendo-os de vista.

Mais tarde, por volta das 23 horas, uma pessoa entrou em contato pelo celular, disse que estava com a moto roubada, e que devolveria se a vítima pagasse a quantia de 800 reais por meio de Pix. O DDD do número que entrou em contato foi o 43, do Estado do Paraná. A pessoa disse que vendeu a motocicleta em uma boca de fumo e que queria o valor para pegar a moto de volta.

Acreditando ser verdade, a mulher realizou dois Pix no valor de R$ 400,00 e R$ 200,00 para CPF em nome de uma mulher. Após as transferências, ela foi bloqueada pela pessoa que fez contato e se deu conta de que caiu em um golpe. O caso foi registrado na 1ª Delegacia de Polícia Civil (BO 2951/2021) como roubo e estelionato. 

PUBLICIDADE